Agronegócio

Onda de compras chinesas pressiona mercado de grãos da Europa

Reuters
Reuters

27 de novembro de 2020 - 17:44 - Atualizado em 27 de novembro de 2020 - 17:45

Por Gus Trompiz

PARIS (Reuters) – O enorme apetite da China por grãos está se espalhando pelos mercados da Europa, guiando fortes ralis dos preços à medida que operadores lutam para atender a insaciável demanda por exportações em meio a uma redução de ofertas.

Enquanto os compradores locais, como produtores de ração animal, competirem com os importadores pelo excedente cada vez menor de cereais da Europa, os preços podem continuar subindo, até que a demanda perca força ou as próximas safras sejam colhidas ao redor do mundo, disseram operadores e analistas.

A China tem promovido uma longa onda de compras de grãos globalmente, em parte devido à reconstrução de sua indústria de suínos após uma epidemia de peste suína africana.

A Europa colheu uma safra menor de cereais neste ano e a Rússia, rival nos embarques de trigo, exportou menos que o esperado. Enquanto isso, a Ucrânia –maior fornecedora de milho da União Europeia– luta contra a seca.

“A China realmente chacoalhou o mercado”, disse um operador francês. “Tudo está caro e só se trata de exportação, em vez de importação.”

A oferta apertada de grãos não deve refletir nos preços dos alimentos. Os principais fornecedores –como os moinhos– têm preços fixados, as commodities são diluídas por outros custos na cadeia de oferta e os supermercados travam uma competição ferrenha em relação aos alimentos básicos.

Mas é possível que os processadores de grãos tenham que reduzir as compras se o fluxo de exportações se mantiver, segundo operadores.

“No final das contas, prevemos uma necessidade muito forte de se racionar a demanda por trigo na Europa nos próximos meses”, disse a consultoria Agritel.

(Reportagem de Gus Trompiz e Michael Hogan)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.