Agronegócio

Ministros da Agricultura apelam por livre comércio de alimentos durante pandemia

Reuters
Reuters

22 de janeiro de 2021 - 15:28 - Atualizado em 22 de janeiro de 2021 - 15:30

HAMBURGO (Reuters) – Ministros da Agricultura de mais de 70 países apelaram para que os governos mantenham o comércio global de alimentos aberto, visando garantir ofertas em meio à pandemia de Covid-19, indicou um comunicado publicado após reunião virtual nesta sexta-feira.

O encontro fez parte do Fórum Global de Alimentos e Agricultura, em Berlim, e o comunicado afirmou que, apesar da Covid-19, a oferta global de alimentos e os mercados internacionais têm se mantido relativamente estáveis.

No entanto, as restrições às exportações de alimentos impostas por alguns países durante a pandemia deveriam ter limites de tempo, acrescentou o documento.

“Procuraremos minimizar os riscos à segurança alimentar causados por medidas de combate à Covid-19, mantendo o comércio e os mercados abertos e as cadeias de abastecimento e distribuição de alimentos funcionando”, disse.

“Nós concordamos que as medidas emergenciais no contexto da pandemia de Covid-19 precisam ser direcionadas, proporcionais, transparentes e temporárias, que elas não podem criar barreiras desnecessárias ao comércio ou interrupções às cadeias globais de oferta de alimentos e que precisam ser consistentes com as regras da Organização Mundial do Comércio (OMC)”, acrescentou.

A ministra da Agricultura da Alemanha, Julia Kloeckner, destacou que cerca de 40 países do mundo não possuem terras agrícolas suficientes para se alimentar, sendo dependentes das importações de alimentos.

Ela também apelou para que compras para assistência alimentar sejam isentas de quaisquer restrições a exportações que alguns países implementaram para proteger suas ofertas durante a pandemia de coronavírus.

(Reportagem de Michael Hogan)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.