Agronegócio

Milho tem mínima de 1 mês em Chicago com clima favorável nos EUA e vendas técnicas

Reuters
Reuters

25 de maio de 2021 - 17:20 - Atualizado em 25 de maio de 2021 - 17:25

Por Karl Plume

CHICAGO (Reuters) – Os contratos futuros do milho negociados em Chicago atingiram o menor nível em um mês nesta terça-feira, com o progresso do plantio de primavera e chuvas favoráveis na maior parte do Meio-Oeste dos Estados Unidos dando impulso às perspectivas para a safra do país.

As perdas aceleraram à medida que os preços do milho recuaram abaixo de mínimas recentes e romperam níveis técnicos de suporte.

Soja e trigo também caíram, pressionados pelas fortes projeções para a safra e pela influência do mercado do milho.

“O milho está puxando tudo para baixo”, disse Ted Seifried, estrategista-chefe de mercados agrícolas do Zaner Group.

“Tínhamos algum prêmio pelo clima no mercado, devido à seca no Oeste (dos EUA). Mas agora que tivemos chuvas e uma previsão mais otimista, estamos retirando esse prêmio”, acrescentou.

O contrato julho do milho fechou em queda de 37 centavos de dólar, a 6,2025 dólares por bushel, menor nível desde 22 de abril. O milho para dezembro, da nova safra, cedeu 24,50 centavos, para 5,1575 dólares, após romper o suporte gráfico de sua média móvel de 50 dias.

O vencimento julho da soja recuou 11 centavos, a 15,1175 dólares/bushel, enquanto o contrato julho do trigo perdeu 5,75 centavos, a 6,5650 dólares o bushel.

(Reportagem adicional de Gus Trompiz, em Paris, e Naveen Thukral, em Cingapura)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.