Agronegócio

Milho se recupera de mínima de um mês em Chicago; trigo e soja caem

Reuters
Reuters

26 de maio de 2021 - 18:45 - Atualizado em 26 de maio de 2021 - 18:50

Por Karl Plume

CHICAGO(Reuters) – Os contratos futuros do milho dos Estados Unidos se recuperaram levemente nesta quarta-feira, após vendas generalizadas um dia antes, com compras de barganha e técnicas aumentando os preços da mínima de um mês, apesar de que os ganhos terem sido limitados por um clima favorável à safra no Meio-Oeste dos EUA.

A soja terminou em sua maioria em queda, estendendo as perdas da sessão anterior com o clima bom para a safra, enquanto o trigo caiu para uma mínima de seis semanas com boas perspectivas para as safras de inverno dos EUA e forte concorrência nos mercados de exportação.

Um plantio em bom ritmo e chuvas no Meio-Oeste dos EUA levaram a atenção para longe da tensão global de ofertas e alta demanda de grãos da China, que impulsionaram os preços futuros do milho para um pico de oito semanas, no início deste mês.

“As pessoas estão tentando achar um piso no curto prazo”, afirmou Terry Reilly, analista sênior de commodities com a Futures International, em referência às vendas generalizadas da véspera.

Os preços do milho avançaram 4,25 centavos de dólar para 6,2450 dólares o bushel. A soja para julho fechou em queda de 8,25 centavos de dólar em 15,0350 dólares o bushel e o trigo CBOT para julho teve baixa de 8 centavos em 6,4850 dólares o bushel.

(Gus Trompiz e Colin Packham)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.