Agronegócio

Milho recua com avanço da colheita nos EUA; mercado aguarda relatório do USDA

Reuters
Reuters

29 de setembro de 2020 - 19:18 - Atualizado em 29 de setembro de 2020 - 19:20

Por Julie Ingwersen

CHICAGO (Reuters) – Os contratos futuros do milho negociados em Chicago recuaram nesta terça-feira, pressionados pela expectativa de um rápido progresso na colheita do cereal nos Estados Unidos nesta semana, disseram analistas.

Os futuros do trigo terminaram o dia em baixa, enquanto a soja enfrentou uma sessão volátil e também finalizou em queda, em dia de ajustes de posições antes da divulgação do relatório trimestral de estoques do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA, na sigla em inglês), que ocorrerá na quarta-feira.

O contrato dezembro do milho fechou em queda de 2 centavos de dólar, a 3,6475 dólares por bushel. O trigo para dezembro recuou 0,75 centavo, para 5,4950 dólares o bushel, e o vencimento novembro da soja cedeu 3,25 centavos, a 9,93 dólares/bushel.

Previsões do tempo apontam para condições majoritariamente secas no Cinturão do Milho norte-americano na próxima semana, o que deve favorecer o trabalho de campo.

“Poderemos ver um progresso rápido da colheita na maior parte do Cinturão do Milho. Esperamos um grande salto nos números da colheita na semana que vem”, disse Terry Reilly, analista da Futures International em Chicago.

(Por Julie Ingwersen, com reportagem adicional de Gus Trompiz em Paris e Naveen Thukral em Cingapura)