Agronegócio

França vai abater mais patos em “corrida contra o tempo” para conter gripe aviária

Reuters
Reuters

8 de janeiro de 2021 - 16:17 - Atualizado em 8 de janeiro de 2021 - 16:20

PARIS (Reuters) – A França vai ampliar o abate em massa de aves à medida que enfrenta uma “corrida contra o tempo” para conter um vírus de gripe aviária que tem avançado por uma região produtora de patos no sudoeste do país, disse o ministro da Agricultura local, Julien Denormandie, nesta sexta-feira.

A França está entre os países europeus que detectaram cepas altamente contagiosas de gripe aviária desde o final do ano passado, gerando na indústria avícola temores de uma repetição da crise de 2016/17, quando dezenas de milhões de animais foram abatidos.

Diante do crescente número de casos da cepa H5N8 em criações de patos na região de Landes, a França abateu bandos em zonas afetadas para tentar interromper a transmissão da doença.

“Precisamos agir mais rapidamente”, disse Denormandie à rádio local France Bleu Gascogne.

“Quase 400 mil patos já foram abatidos em Landes… Haverá mais centenas de milhares, sem dúvida”, afirmou o ministro, acrescentando que os abatedouros serão requisitados.

As autoridades já confirmaram 119 surtos da gripe aviária H5N8 em Landes, contra 48 verificados em 1º de janeiro, disse o Ministério da Agricultura francês.

(Reportagem de Gus Trompiz e Blandine Henault)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.