Agronegócio

Exportações de grãos da Ucrânia caem 16,4% até o momento na safra 2020/21

Reuters
Reuters

27 de outubro de 2020 - 10:52 - Atualizado em 27 de outubro de 2020 - 10:55

KIEV (Reuters) – As exportações de grãos da Ucrânia caíram 16,4%, para 15 milhões de toneladas, até o momento na temporada 2020/21, que vai de julho de 2020 a junho de 2021, devido a uma redução nos embarques de milho, disse o Ministério da Economia do país nesta terça-feira.

Traders venderam 1,54 milhão de toneladas de milho em comparação com 3,59 milhões de toneladas um ano antes. As exportações de trigo caíram de 10,9 milhões para 10,1 milhões de toneladas no mesmo intervalo avaliado.

Operadores de grãos e o governo concordaram que o volume de trigo disponível para embarques nesta temporada não deve exceder 17,5 milhões de toneladas, em uma tentativa de garantir as necessidades locais e evitar restrições à exportação.

O Ministério da Economia disse na segunda-feira que não planeja revisar a cota, apesar do alto ritmo das exportações de trigo. Segundo a pasta, traders usaram mais de 57% da cota até agora na temporada 2020/21.

A Ucrânia, que responde por cerca de 16% das exportações globais de grãos, vendeu cerca de 57 milhões de toneladas dos produtos para compradores estrangeiros na temporada 2019/20.

O governo afirmou que as exportações podem cair para 47,4 milhões de toneladas em 2020/21 devido a uma safra mais fraca.

O Ministério da Economia espera que a safra de grãos de 2020 caia para cerca de 68 milhões de toneladas, ante o recorde de 2019 de 75,1 milhões de toneladas, em decorrência de um clima adverso.

(Reportagem de Pavel Polityuk)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.