Agronegócio

Exportação do agronegócio do Brasil avança para US$10 bi em julho puxada pela China

Reuters
Reuters

12 de agosto de 2020 - 20:06 - Atualizado em 12 de agosto de 2020 - 20:10

SÃO PAULO (Reuters) – As exportações do agronegócio do Brasil atingiram 10 bilhões de dólares em julho, alta de 11,7% em relação a igual período do ano anterior e o equivalente a 51,2% do valor total exportado pelo país no mês passado, informou o Ministério da Agricultura nesta quarta-feira.

O resultado foi puxado por firmes altas na comercialização de produtos como soja, açúcar, celulose, algodão e carnes suína e bovina, disse a pasta, que também destacou o crescimento nos embarques para a China.

“O crescimento de quase 1 bilhão de dólares nas exportações para a China explica a expansão das vendas externas em julho deste ano”, afirmou o ministério em comunicado, acrescentando que os embarques para o país asiático somaram 3,85 bilhões de dólares, avanço de 34,3% na comparação anual.

Os dados indicam, dessa forma, que a China foi responsável por 38,4% de todo o valor exportado pelo agronegócio brasileiro no mês passado.

Os embarques de soja, principal produto de exportação do Brasil, somaram 3,61 bilhões de dólares em julho, diante de uma elevação de 39,4% no volume exportado, a 10,4 milhões de toneladas –das quais 75,8% foram para a China.

Em termos de avanço percentual no valor exportado, o ministério destacou o açúcar, cujos embarques geraram receita de 964 milhões de dólares, ganho de 83,4% no ano a ano, em momento de demanda firme e maior produção pelas usinas locais.

(Por Gabriel Araujo)