Agronegócio

Colheita de soja do RS vai a 99% e está tecnicamente encerrada, diz Emater

Reuters
Reuters

27 de maio de 2021 - 19:02 - Atualizado em 27 de maio de 2021 - 19:05

SÃO PAULO (Reuters) – A colheita da safra de soja 2020/21 do Rio Grande do Sul está tecnicamente encerrada, disse nesta quinta-feira a Emater-RS, indicando que 99% das áreas plantadas com a oleaginosa no Estado já foram colhidas, avanço de 3 pontos percentuais em relação à semana anterior.

Os trabalhos nesta temporada tiveram ritmo mais lento do que em anos anteriores –segundo os dados do órgão ligado ao governo gaúcho, as colheitadeiras já haviam passado por 100% da área semeada com soja em igual período de 2019/20. A média histórica para este momento do ano também é de 100%.

“A colheita da soja está tecnicamente encerrada. Ao finalizarem as atividades da safra 2020/21, produtores já planejam os preparativos para a próxima”, disseram os técnicos da entidade em informativo conjuntural semanal.

Eles destacaram que os trabalhos foram favorecidos pelo tempo firme em diversas regiões do Estado ao longo da última semana.

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) estima a safra de soja 2020/21 do Rio Grande do Sul em 20,16 milhões de toneladas, o que voltaria a colocar o Estado como o segundo maior produtor da oleaginosa no país, ultrapassando o Paraná, que sofreu com problemas climáticos neste ano.

No informativo desta quinta, a Emater-RS indicou ainda que a colheita da safra de verão de milho do Estado também se aproxima do final, tendo atingido 90% da área cultivada, avanço de 2 pontos percentuais frente à semana anterior.

O ritmo dos trabalhos fica levemente aquém do registrado em 2019/20, quando 91% das áreas haviam sido colhidas neste momento do ano, mas supera por 1 ponto percentual a média histórica de cinco anos para o período.

TRIGO

A Emater-RS também chamou atenção para a aproximação da safra de trigo do Estado, que é plantada no inverno. Algumas regiões, como as de Ijuí e Porto Alegre, já haviam iniciado a semeadura na semana passada.

Agora, a entidade também reporta atividades de plantio nas regionais de Bagé, Soledade e Frederico Westphalen. No boletim da última semana, a Emater-RS já apontava para expectativas de aumento na área cultivada com trigo, em meio à valorização dos preços do cereal.

O Rio Grande do Sul é o segundo maior produtor do cereal no Brasil, atrás apenas do Paraná. A Conab estima a safra 2021 do Estado em 2,65 milhões de toneladas, uma alta de 17,3% na comparação anual.

(Por Gabriel Araujo)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.