Agronegócio

Chuvas levam milho a acumular queda semanal de 12% em Chicago

Reuters
Reuters
Chuvas levam milho a acumular queda semanal de 12% em Chicago
Colheita de milho em Xanxerê (SC)

9 de julho de 2021 - 17:53 - Atualizado em 9 de julho de 2021 - 17:55

Por Christopher Walljasper

CHICAGO (Reuters) – Os contratos futuros do milho negociados em Chicago recuaram nesta sexta-feira, acumulando perdas de 12% na semana, diante de expectativas de que chuvas e temperaturas moderadas deem impulso às safras do Meio-Oeste dos Estados Unidos.

O trigo acompanhou o movimento e também terminou o dia em baixa, embora tenha sido pressionado pelas condições mais secas nas Planícies do Norte dos EUA, enquanto a soja avançou, apoiada por previsões de retorno do tempo quente e seco no longo prazo.

O contrato mais ativo do milho fechou em queda de 6,75 centavos de dólar, a 5,17 dólares por bushel, cedendo 12,22% na semana, no que representa sua maior perda semanal desde a semana encerrada em 14 de maio.

A soja avançou 9,75 centavos, para 13,2925 dólares/bushel, mas acumulou queda de 4,99% na semana. Já o trigo recuou 3 centavos, para 6,15 dólares o bushel, e terminou a semana com declínio de 5,78%.

Previsões meteorológicas indicando chuvas substanciais no Meio-Oeste dos EUA, além de um calor moderado, mudaram o sentimento do mercado do milho nesta semana, estimulando a possibilidade de que bons rendimentos possam compensar a redução nas áreas plantadas.

“Toda essa chuva durante o período de polinização do milho e temperaturas mais baixas são realmente ideais para o potencial de produtividade”, disse Brian Hoops, analista sênior de mercado da Midwest Market Solutions.

(Reportagem adicional de Gus Trompiz, em Paris, e Naveen Thukral, em Cingapura)

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH68176-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.