Agronegócio

Café arábica renova máxima de 1 ano na ICE

Reuters
Reuters

25 de fevereiro de 2021 - 18:53 - Atualizado em 25 de fevereiro de 2021 - 18:55

NOVA YORK/LONDRES (Reuters) – Os contratos futuros do café arábica negociados na ICE renovaram uma máxima de mais de um ano nesta quinta-feira, impulsionados pelas condições climáticas no Brasil e por uma escassez global de contêineres, enquanto o açúcar bruto fechou em queda após tocar uma máxima de quase quatro anos na véspera.

CAFÉ

* O contrato maio do café arábica fechou em alta de 2,8 centavos de dólar, ou 2%, a 1,4005 dólar por libra-peso, após atingir uma máxima de mais de um ano, a 1,4045 dólar.

* O café tem sido impulsionado pelo clima mais seco que o normal no Brasil –que prejudicou as perspectivas para a próxima safra–, por uma escassez global de contêineres e por expectativas de uma recuperação econômica.

* Os preços do café no Cerrado Mineiro atingiram um recorde de 730 reais por saca nesta semana, indicou o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea).

* “Os produtores que ainda têm café só estão vendendo a preços muito altos, porque não sabem o quanto vão colher e porque os custos com fertilizantes e combustíveis subiram devido à desvalorização da moeda”, disse um corretor baseado no Brasil.

* O café robusta para maio avançou 13 dólares, ou 0,9%, para 1.476 dólares a tonelada.

* Os preços do café avançaram no Vietnã, maior produtor de robusta do mundo, com produtores evitando vender por expectativas de que os preços possam subir ainda mais, disseram operadores.

AÇÚCAR

* O contrato maio do açúcar bruto fechou em queda de 1,6%, a 16,84 centavos de dólar por libra-peso. Na terça-feira, chegou a atingir uma máxima de quase quatro anos, a 17,52 centavos.

* Operadores destacaram que o contrato março continuou volátil antes de seu vencimento, na sexta-feira.

* Os contratos em aberto para março recuaram em mais de 25 mil, atingindo agora a marca de 26.346 contratos –menos do que no ano passado, quando a entrega contra este vencimento totalizou quase 1 milhão de toneladas.

* O Reino Unido deve introduzir até setembro deste ano a gasolina E10, com 10% de mistura de combustíveis renováveis.

* O açúcar branco para maio recuou 2,5%, a 468,00 dólares por tonelada.

* A consultoria Green Pool reduziu sua previsão para o superávit global de açúcar na temporada 2020/21, devido especialmente ao corte nas estimativas para as safras da Índia e Tailândia.

(Reportagem de Marcelo Teixeira e Maytaal Angel)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.