Agronegócio

Café arábica recua quase 4% enquanto preocupações com geada diminuem

Reuters
Reuters
Café arábica recua quase 4% enquanto preocupações com geada diminuem
Frost affects coffee crops in south of top Brazilian producer state Minas Gerais

2 de agosto de 2021 - 18:40 - Atualizado em 2 de agosto de 2021 - 18:45

Por Marcelo Teixeira e Maytaal Angel

NOVA YORK/LONDRES (Reuters) – Os contratos futuros do café arábica na ICE fecharam em queda de quase 4% nesta segunda-feira, recuando ainda mais da máxima de quase sete anos da semana passada, com o dano de uma nova onda de geada no final de semana no Brasil, maior produtor, considerado limitado.

CAFÉ

* O café arábica para setembro fechou em queda de 6,75 centavos de dólar, ou 3,8%, a 1,728 dólar por libra-peso​​, após recuar 8,6% na sexta-feira em reversão brusca de um pico acima de 2 dólares no início da semana.

* As geadas que atingiram o Brasil na última sexta-feira e sábado, o segundo evento climático desse tipo a atingir as regiões cafeeiras do país na última quinzena, pareceram “menos intensas e atingiram uma área produtora de café menor do que o esperado”, disse a Archer Consulting em nota.

* Os operadores disseram que houve ampla realização de lucros no mercado, mas os preços devem encontrar um piso em breve, já que a próxima safra de arábica do Brasil será pelo menos 10% menor do que o inicialmente esperado.

* A pior onda de frio que atingiu as regiões de arábica do Brasil em quase 30 anos irá prejudicar a produção de pelo o menos as próximas duas safras.

* O café robusta para setembro fechou em queda de 33 dólares, ou 1,8%, em 1.753 dólares a tonelada.

AÇÚCAR

* O açúcar bruto para outubro fechou em alta de 0,04 centavo de dólar, ou 0,2%, a 17,95 centavos de dólar por libra-peso, ainda um pouco abaixo da alta de cinco meses da semana passada de 18,81 centavos de dólar.

*Os operadores disseram que o açúcar tem forte apoio nos níveis atuais, dadas as preocupações com a safra de cana-de-açúcar no Brasil, principal produtor, que foi atingida pelo clima seco nesta temporada e foi afetado pelas geadas.

* Eles esperam que muitos analistas reduzam suas previsões de produção para o Brasil mais uma vez, embora tenham alertado que a demanda continua fraca e que a Índia deseja vender nos níveis atuais.

* Especuladores de açúcar na ICE levantaram sua posição líquida comprada em 18.754 contratos para 169.913 na semana de 27 de julho

* O açúcar branco para outubro avançou 1,60 dólar, ou 0,4%, a 447,30 dólares a tonelada.

(Reportagem de Marcelo Teixeira e Maytaal Angel)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH71163-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.