Agronegócio

Atrasada, colheita de soja do Brasil chega a 67% das áreas de 2020/21, diz Safras

Reuters
Reuters

26 de março de 2021 - 17:47 - Atualizado em 26 de março de 2021 - 17:50

SÃO PAULO (Reuters) – A colheita de soja 2020/21 do Brasil, maior produtor e exportador global da commodity, chegou a 66,9% das áreas, estimou a consultoria Safras & Mercado nesta sexta-feira, permanecendo um atraso em relação aos trabalhos de anos anteriores.

Uma semana antes, a colheita estava em 59,5% das lavouras.

“Os trabalhos estão atrasados em relação ao ano passado, quando 74,4% da safra já estava colhida, e também atrás da média normal para o período, que é de 69,6%”, afirmou a consultoria em nota.

Mais cedo, a Safras elevou sua estimativa para a produção da oleaginosa nesta temporada em cerca de 1 milhão de toneladas, em meio a condições climáticas favoráveis em importantes áreas produtoras, como o Rio Grande do Sul.

Com isso, a consultoria passou a ver a colheita brasileira de soja em 2020/21 em um recorde de 134,09 milhões de toneladas, alta de 5,4% sobre a temporada anterior.

(Por Nayara Figueiredo)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.