Agronegócio

Após estimar recorde, Anec reduz previsão de exportação de soja do Brasil em maio

Reuters
Reuters

25 de maio de 2021 - 19:01 - Atualizado em 25 de maio de 2021 - 19:05

SÃO PAULO (Reuters) – As exportações de soja do Brasil devem alcançar até 14,9 milhões de toneladas em maio, estimou nesta terça-feira a Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec) ao reduzir sua perspectiva ante a semana anterior, quando a entidade chegou a prever recorde mensal de até 16,19 milhões.

Apesar da programação de embarque de navios nos portos indicar quase 15 milhões de toneladas, a associação divulgou também um piso para as estimativas de embarque, de 14 milhões de toneladas.

Até o momento, a máxima histórica de vendas da oleaginosa foi batida em abril, com 15,67 milhões de toneladas embarcadas, segundo dados da Anec.

Em maio de 2020, o maior produtor e exportador global de soja exportou 13,8 milhões de toneladas.

A Anec ainda elevou sua projeção para embarques de farelo de soja neste mês, de 1,8 milhão para 1,9 milhão de toneladas, e passou a ver vendas externas de 21.991 toneladas de milho. Até a semana passada não havia projeção de exportação do cereal para maio.

(Por Nayara Figueiredo)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.