Agronegócio

AgRural reduz previsão de 2ª safra de milho do centro-sul em 5,4 mi t após geadas

Reuters
Reuters
AgRural reduz previsão de 2ª safra de milho do centro-sul em 5,4 mi t após geadas
Lavoura de milho

5 de julho de 2021 - 09:22 - Atualizado em 5 de julho de 2021 - 09:25

SÃO PAULO (Reuters) – A segunda safra de milho do centro-sul do Brasil foi estimada em 54,6 milhões de toneladas, disse nesta segunda-feira a consultoria AgRural, que reduziu sua previsão em 5,4 milhões de toneladas na comparação com a projeção de 27 de maio, devido ao impacto de geadas e da seca.

“Parte dessa redução de 5,4 milhões de toneladas deveu-se a ajustes negativos de produtividade provocados pela estiagem (causa principal dos cortes realizados nos meses anteriores), mas desta vez o principal motivo do ajuste foram mesmo as geadas”, disse a consultoria em relatório, em referência ao impacto do frio intenso da semana passada.

Em relação ao potencial inicial da segunda safra de 2021 –estimado antes da estiagem iniciada no fim de março– a quebra supera a marca de 22 milhões de toneladas.

Até a última quinta-feira, a colheita da “safrinha” de milho havia atingido 12% da área cultivada no centro-sul, disse a AgRural.

“Apesar do bom avanço (uma semana antes, 5% da área estava colhida), há atraso na comparação com os 23% do mesmo período do ano passado devido ao plantio mais tardio”, completou.

Agora a AgRural estima safra total de milho 2020/21 do Brasil em 85,3 milhões de toneladas, ante 102,5 milhões no ciclo anterior.

(Por Roberto Samora)

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH640E6-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.