Agronegócio

ADM não planeja vender mais ações da Wilmar; deve manter ao menos 20% da empresa

Reuters
Reuters

26 de agosto de 2020 - 15:21 - Atualizado em 26 de agosto de 2020 - 15:25

(Reuters) – A trading de commodities agrícolas Archer Daniels Midland não pretende realizar novas vendas de ações da Wilmar e vai manter uma fatia estratégica de pelo menos 20% na empresa, informou a companhia nesta quarta-feira.

A gigante norte-americana anunciou na semana passada a negociação de cerca de 500 milhões de dólares em ações da Wilmar.

Nesta quarta-feira, a ADM disse que completou também a emissão de 300 milhões de dólares em títulos com vencimento em 2023 conversíveis em ações da Wilmar, levantando aproximadamente 850 milhões de dólares com as duas operações.

“Essas transações dão à ADM uma flexibilidade significativa em seu balanço, oferecendo a oportunidade de novas ações para criação de valor, enquanto também nos fornece a possibilidade de resgatar algumas dívidas de longo prazo com cupons maiores”, disse em comunicado o diretor financeiro da ADM, Ray Young.

“Desde 2007, a Wilmar tem sido o maior investimento de capital da ADM, e hoje nossa parceria continua sendo um pilar da nossa estratégica para Ásia-Pacífico”, acrescentou o executivo.

A ADM reiterou na nota que espera utilizar os recursos obtidos com diversos objetivos, incluindo potenciais aquisições de empresas e operações oportunas de recompra de ações.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.