Agronegócio

Açúcar bruto supera nível de 15 centavos na ICE; café arábica recua cerca de 2%

Reuters
Reuters

28 de dezembro de 2020 - 17:48 - Atualizado em 28 de dezembro de 2020 - 17:50

NOVA YORK (Reuters) – Os contratos futuros do açúcar bruto negociados na ICE avançaram nesta segunda-feira, enquanto o café arábica recuou em dia de baixo volume de negócios em meio ao feriado de Boxing Day em Londres, que manteve fechados os mercados do café robusta e açúcar branco.

AÇÚCAR

* O contrato março do açúcar bruto fechou em alta de 0,08 centavo de dólar, a 14,98 centavos de dólar por libra-peso, atingindo durante a sessão o maior nível desde 27 de novembro, a 15,13 centavos.

* Operadores citaram algumas notícias positivas no front da demanda, com a Indonésia emitindo novas licenças para importações.

* “Essas licenças são para cerca de 600 mil toneladas, que vão ter como origem Austrália e Brasil”, disse um corretor nos Estados Unidos.

* A Índia segue registrando acordos de exportação para sua nova safra de açúcar, com o volume total girando em torno de 615 mil toneladas, disseram operadores.

* No entanto, qualquer avanço adicional é visto como limitado pelo clima favorável ao desenvolvimento da cana no Brasil, maior produtor global do adoçante.

CAFÉ

* O contrato março do café arábica fechou em queda de 2,60 centavos de dólar, ou 2,1%, a 1,2335 dólar por libra-peso.

* As chuvas no Brasil –que podem ajudar a recuperar os cafezais para a safra do ano que vem– e os temores com a demanda por arábica em meio aos “lockdowns” impostos em diversos países por causa do coronavírus foram alguns dos fatores negativos citados por operadores.

* “Não há tendências comuns em Nova York. O suporte do contrato março está em 1,23 dólar, 1,20 dólar e 1,16 dólar, enquanto a resistência para março está em 1,28 dólar, 1,29 dólar e 1,30 dólar”, disse um corretor.

(Reportagem de Marcelo Teixeira)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.