Agronegócio

Açúcar bruto se recupera na ICE com ganhos no petróleo e ativos globais, café também avança

Reuters
Reuters

23 de junho de 2021 - 19:48 - Atualizado em 23 de junho de 2021 - 19:50

Por Paul Simao e Marguerita Choy

NOVA YORK/LONDRES (Reuters) – Os futuros do açúcar bruto na ICE se recuperaram nesta quarta-feira, após quedas acentuadas na sessão anterior, com os preços do petróleo e as ações globais subindo.

Os futuros do café também fecharam em alta.

AÇÚCAR

* O açúcar bruto para julho ​​​​subiu 0,26 centavo de dólar, ou 1,6%, para 16,69 centavos de dólar por libra-peso, após uma queda na véspera de 2,1% e mínima de dois meses de 16,19 centavos de dólar vista na segunda-feira.

* Operadores afirmaram que ações nos mercados financeiros mais amplos continuam a direcionar desvalorização do açúcar, apesar da difícil demanda.

* “Os comentários pacíficos de Jerome Powell ao Congresso ontem tiraram um pouco da tensão da mensagem agressiva do Fed na última quarta-feira. Ventos positivos para os futuros da agricultura e ativos de risco em geral”, afirmou a Peak Trading Research.

* A São Martinho planeja mudar sua estratégia de produção esta temporada, para aumentar a produção do etanol e reduzir do açúcar. [nL2N2O42VB]

* O açúcar branco para agosto fechou em alta de 4,90 dólares, ou 1,2%, para 423,60 dólares a tonelada.

CAFÉ

* O café arábica para setembro avançou 1,8 centavo de dólar, ou 1,2%, para 1,539 dólar por libra-peso, depois da mínima de um mês de 1,4905 dólar na segunda-feira.

* Operadores afirmaram que a compra mais forte de torrefadores estava nos planos após a recente queda nos preços, apesar de preocupações recentes com a safra do próximo ano no maior produtor, o Brasil, manter os ganhos sob controle.

* A Nespresso ainda não aumentou os preços de suas cápsulas, apesar de uma forte alta nas cotações de referência dos grãos arábica, optando por esperar para ver se a tendência vai se sustentar ao longo do tempo.

* O café robusta para setembro fechou em alta de 26 dólares, ou 1,6%, para 1.623 dólares a tonelada.

* Os estoques de robusta na ICE começaram a recuar e estão atualmente em 152.650 toneladas, ante 157 mil em 1º de junho.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.