Agronegócio

Açúcar bruto e café arábica fecham em baixa na ICE em consolidação dos mercados

Reuters
Reuters

3 de maio de 2021 - 17:31 - Atualizado em 3 de maio de 2021 - 17:35

NOVA YORK (Reuters) – Os contratos futuros do açúcar bruto e do café arábica fecharam em baixa nesta segunda-feira na ICE, com os mercados se consolidando após uma recente alta das duas commodities.

O mercado de Londres para o açúcar branco e café robusta fechou devido a um feriado bancário.

AÇÚCAR

* O contrato julho do açúcar bruto teve queda de 0,25 centavo, ou 1,5%, a 16,73 centavos a libra-peso.

* A entrega física do açúcar frente ao vencimento do contrato maio alcançou 11.351 lotes, ou 516.660 toneladas, com os principais portos de entrega sendo Santos e Paranaguá, disse a ICE na segunda-feira.

* A corretora Marex Spectron vê um piso sólido em 16 centavos para o açúcar, um nível em que exportadores indianos iriam parar e brasileiros iriam considerar fazer menos açúcar. Ela vê um “frágil” teto em 18 centavos, com o mercado limitado a ofertar mais açúcar.

* Duas consultorias, a StoneX e a JOB, liberaram novas estimativas na segunda-feira, vendo uma menor queda na safra de cana do Brasil, mas projetando uma redução não tão ampla na produção de açúcar.

CAFÉ

* O contrato julho do café arábica fechou em baixa de 1,2 centavo, ou 0,8%, a 1,4025 dólar por libra-peso, após pico desde fevereiro de 2017, de 1,4765 dólar, na semana passada.

* Operadores disseram que o mercado aparentou estar sobrecomprado após a alta recente, o que levou alguns investidores a realizar lucros.

* Eles acrescentaram que o mercado tem um suporte forte em níveis atuais, devido a aproximação do inverno no Brasil, e qualquer geada forte pode ser desastrosa para um mercado que já está apertado.

* Corretores brasileiros afirmaram que o mercado físico tem sido relativamente ativo após a alta recente, e os preços na moeda local continuam muito atraentes e a caminho do “número mágico” de mil reais para cada saco de 60 quilos, considerando prêmios para certificados ou grãos “cereja”.

(Reportagem de Marcelo Teixeira)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.