Agronegócio

Açúcar bruto avança na ICE; café arábica se recupera

Reuters
Reuters

29 de dezembro de 2020 - 16:15 - Atualizado em 29 de dezembro de 2020 - 16:20

NOVA YORK/LONDRES (Reuters) – Os contratos futuros do açúcar bruto negociados na ICE avançaram nesta terça-feira, mesmo com as chuvas no Brasil melhorando as perspectivas para a safra de cana do país, enquanto o café arábica se recuperou da queda registrada na sessão anterior.

AÇÚCAR

* O contrato março do açúcar bruto fechou em alta de 0,06 centavo de dólar, a 15,04 centavos de dólar por libra-peso, ainda abaixo da máxima de um mês atingida na véspera, de 15,13 centavos.

* Operadores disseram que o clima favorável ao desenvolvimento da safra no Brasil deve limitar o espaço para novos ganhos após a recente sequência de altas no mercado.

* O açúcar branco para março avançou 3,2 dólares, para 411,80 dólares a tonelada.

* “Foi uma semana tranquila para os participantes do mercado de açúcar bruto, mas a posição líquida dos especuladores reverteu sua tendência de crescimento”, disse a corretora Czarnikow.

* Na semana até 21 de dezembro, especuladores reduziram suas posições compradas líquidas em açúcar bruto e cacau em Nova York, mas aumentaram as apostas em café arábica.

CAFÉ

* O contrato março do café arábica fechou em alta de 2,05 centavos de dólar, ou 1,7%, a 1,254 dólar por libra-peso, com o mercado recuperando as perdas da sessão anterior.

* Operadores afirmaram que a valorização do real no Brasil foi um fator de suporte nesta terça.

* O real mais forte reduz os preços de commodities precificadas em dólar nos termos da moeda local, podendo evitar as vendas por produtores, incluindo operações de fixação de preços por meio de contratos futuros.

* As compras pela indústria também aumentaram após a recente queda dos preços, acrescentaram.

* O café robusta para março fechou praticamente estável, a 1.383 dólares por tonelada.

(Reportagem de Stephanie Kelly e Nigel Hunt)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.