Agronegócio

Açúcar bruto avança na ICE com queda do dólar e expectativas de acordo do Brexit

Reuters
Reuters

23 de dezembro de 2020 - 19:48 - Atualizado em 23 de dezembro de 2020 - 19:50

NOVA YORK/LONDRES (Reuters) – Os contratos futuros do açúcar bruto negociados na ICE avançaram nesta quarta-feira, em sessão com volume reduzido, diante da desvalorização do dólar, com o apetite de investidores por ativos de risco aumentando em meio às expectativas de um acordo pós-Brexit entre Reino Unido e União Europeia.

O dólar mais fraco torna commodities precificadas na moeda norte-americana, como o açúcar, mais baratas para investidores de fora dos Estados Unidos.

AÇÚCAR

* O contrato março do açúcar bruto fechou em alta de 2%, a 14,83 centavos de dólar por libra-peso.

* A Reuters noticiou, citando fontes, que os membros da UE começaram a preparar seus procedimentos para a implementação de um novo acordo comercial com o Reino Unido a partir de 1º de janeiro, indicando que um acordo pode ser iminente.

* Operadores destacaram que os mercados do açúcar ignoraram as notícias negativas desta semana, o que indica que investidores estão avaliando movimentos em direção às commodities em meio a expectativas de que o crescimento e a inflação voltarão no ano que vem.

* Dados mostraram que as importações de açúcar pela China em novembro dispararam 115,2% na comparação anual, para 710 mil toneladas.

* O açúcar branco para março avançou 1,7%, para 407,40 dólares a tonelada.

CAFÉ

* O contrato março do café arábica fechou em alta de 0,3%, a 1,2455 dólar por libra-peso, engatando a terceira semana consecutiva de ganhos.

* O café robusta para março recuou 0,07%, para 1,378 dólares por tonelada.

(Reportagem de Devika Krishna Kumar e Maytaal Angel)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.