Agronegócio

Açúcar branco fecha em alta enquanto Brasil avalia danos das geadas

Reuters
Reuters
Açúcar branco fecha em alta enquanto Brasil avalia danos das geadas
Campo de cana-de-açúcar em Pradópolis, Brasil.

5 de julho de 2021 - 17:36 - Atualizado em 5 de julho de 2021 - 17:40

Por Nigel Hunt

LONDRES (Reuters) – Os contratos futuros do açúcar branco na ICE subiram nesta segunda-feira, com o mercado tentando avaliar a extensão do dano causado pelas geadas na cana-de-açúcar no Brasil, na semana passada.

Os mercados do açúcar bruto e café arábica estão fechados nesta segunda-feira, devido ao feriado nacional dos Estados Unidos.

AÇÚCAR

* Açúcar branco para agosto fechou em alta de 1,10 dólar, ou 0,2%, a 451,40 dólares a tonelada, em direção a uma máxima de três semanas de 461,40 dólares, vista em 1º de julho.

* “As geadas poderiam ter causado graves danos (para a cana brasileira), mas provavelmente não causaram”, afirmou a corretora Marex em atualização semanal desta segunda-feira.

* A agência estatal de comércio do Paquistão, TCP, comprou 100 mil toneladas açúcar branco em uma licitação para o mesmo volume, que fechou na semana passada, afirmaram traders europeus nesta segunda-feira.

CAFÉ

* Café robusta para setembro fechou em queda de 20 dólares, ou 1,2%, em 1.687 dólares a tonelada, estendendo a queda de uma máxima de 2 anos e meio, de 1.737 dólares, atingida na sexta-feira.

* Operadores afirmaram que o mercado parecia tecnicamente sobrecomprado após recentes avanços.

* Operadores também notaram que a maior parte das áreas de café no Brasil parecem que foram poupadas dos danos das geadas.

* Especuladores aumentaram a posição comprada líquida no café robusta durante a semana de 29 de junho, ante ao cenário de preocupações sobre as geadas do Brasil.

(Por Nigel Hunt)

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH640UE-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.