Notícias

Advogado é preso por tentativa de extorsão após cobrar R$ 50 mil da defesa de Diego Alemão

Responsáveis pela defesa de Alemão gravaram a conversa da tentativa de extorsão

Guilherme
Guilherme Becker / Editor
Advogado é preso por tentativa de extorsão após cobrar R$ 50 mil da defesa de Diego Alemão
Diego Alemão pagou fiança de R$ 7 mil para deixar a Dedetran. Foto: Eduardo Matysiak/Futura Press.

22 de abril de 2020 - 00:00 - Atualizado em 1 de julho de 2020 - 14:45

O advogado de uma das testemunhas, que realizou gravações do momento que Diego Alemão foi preso no último sábado (18), em Curitiba, foi preso nesta quarta-feira (22) por tentativa de extorsão. O homem teria entrado em contato com a defesa de Alemão e avisado que teria imagens comprometedoras do empresário. Após cobrar o valor de R$ 50 mil para não divulgar as imagens, o advogado acabou sendo preso.

Na última segunda-feira (20), Diego Alemão e o advogado Jeffrey Chiquini estiveram na Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran) para realizar um Boletim de Ocorrência (B.O.) contra o motorista de aplicativo que se envolveu no acidente. Já o homem preso nesta quarta-feira (22) é o advogado de uma testemunha que gravou imagens do dia da ocorrência.

Advogado cobra R$ 50 mil para não divulgar imagens de Alemão

Segundo a defesa de Alemão, o escritório de advocacia que defende uma testemunha que gravou imagens do acidente, entrou em contato para informar que detinha vídeos comprometedores contra a imagem do empresário.

Jeffrey marcou um encontro com o advogado no estacionamento de uma confeitaria de Curitiba, no bairro Cabral. No local, o homem que defende a testemunha pediu R$ 50 mil para não divulgar os vídeos. Entretanto, a defesa de Alemão gravou toda a conversa e enviou para a investigação.

Nesta quarta-feira (22), Jeffrey convidou o advogado para ir até o seu escritório e neste momento foi realizada a prisão em flagrante. Policiais da Delegacia de Furtos e Roubos foram até o local e levaram dois advogados detidos para a sede policial.