Notícias

Ações europeias recuam por preocupações de investidores com Ômicron

Reuters
Reuters
Ações europeias recuam por preocupações de investidores com Ômicron
Bolsa de Valores de Frankfurt

2 de dezembro de 2021 - 14:55 - Atualizado em 2 de dezembro de 2021 - 15:00

Por Anisha Sircar e Susan Mathew

(Reuters) – As ações europeias recuaram mais de 1% nesta quinta-feira, com países intensificando as restrições para conter a disseminação da variante Ômicron do coronavírus, o que levanta preocupações sobre seu impacto na recuperação econômica.

O índice pan-europeu STOXX 600 caiu 1,2%, devolvendo mais de metade dos ganhos do dia anterior, quando a recuperação em setores expostos à pandemia levou à melhor sessão do índice em quase seis meses.

A Alemanha concordou nesta quinta-feira com novas restrições contra a Covid-19 que foca aqueles que não estão vacinados, e os Estados Unidos apertaram as restrições de viagens. Ao mesmo tempo, a secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, disse que a variante Ômicron mostrou que a pandemia pode permanecer “por algum tempo”.

As ações de viagem e lazer, que mais sofrem com os movimentos de restrições, caíram 2,6%, levando as perdas neste ano a 7%, em um desempenho muito inferior do que o de outros grandes setores, que caminham para ganhos de dois dígitos.

O índice acionário referencial da Europa tem registrado fortes flutuações nos últimos dias devido a incertezas quanto à nova variante e a efetividade das atuais vacinas no combate a ela.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,55%, a 7.129 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 1,35%, a 15.263 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 1,25%, a 6.795 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 1,39%, a 26.005 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 1,80%, a 8.300 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,92%, a 5.423 pontos.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEHB10ZO-BASEIMAGE