Notícias

Ações da China recuam com preocupações sobre variante ômicron do coronavírus

Reuters
Reuters
Ações da China recuam com preocupações sobre variante ômicron do coronavírus
Telão em Xangai mostra flutuações dos mercados acionários

29 de novembro de 2021 - 07:33 - Atualizado em 29 de novembro de 2021 - 07:35

XANGAI (Reuters) – O mercado acionário da China fechou em queda nesta segunda-feira, em meio às preocupações com a recém-descoberta variante do coronavírus que pode ser resistente a vacinas, enquanto analistas preveem impacto limitado sobre as ações chinesas.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, teve queda de 0,18%, enquanto o índice de Xangai perdeu 0,04%.

A variante ômicron do coronavírus se espalhou pelo mundo mesmo com mais países adotando restrições de viagens para tentarem se proteger.

A Guosheng Securities disse que a nova variante se tornou uma incerteza para os mercados e que os investidores devem permanecer cautelosos no curto prazo.

Para a Zheshang Securities, a nova variante terá impacto limitado sobre as ações A devido à severas medidas de contenção do coronavírus adotadas pela China.

As ações de turismo recuaram 3,4% devido ao ressurgimento das infecções por Covid-19 na China e à nova variante.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 1,63%, a 28.283 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,95%, a 23.852 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,04%, a 3.562 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,18%, a 4.851 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,92%, a 2.909 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,24%, a 17.328 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 1,44%, a 3.120 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,54%, a 7.239 pontos.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEHAS0EZ-BASEIMAGE