Notícias

Sobrevivente diz que advogada transitava em zigue-zague antes de bater carro em poste

O sobrevivente disse que a advogada brincou antes de transitar em zigue-zague e bater o carro; confira!

Mirian
Mirian Villa

3 de dezembro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 1 de julho de 2020 - 15:11

“Essa reportagem podia ser o riva aqui, um quadro feliz…mas não de morte. É uma reportagem muito triste”, disse o irmão da advogada Ana Paula Borba, que morreu no último sábado (30) em um acidente de trânsito. O automóvel que a jovem, de 24 anos, dirigia colidiu contra um poste de energia do bairro Cachoeira, em São José dos Pinhais.

As imagens do acidente são chocantes (assista abaixo), já que é possível ver o Peugeot 208 seguia na Rua Benjamin Claudino Barbosa em alta velocidade quando bate no poste. Com o impacto, o carro partiu ao meio.

Passageiro disse que advogada transitava em zigue-zague antes de acidente

No automóvel estava Ana Paula Borba e dois passageiros. Uma amiga da jovem foi socorrida com ferimentos graves e permanece internada em um hospital da região. Já outro jovem, que foi projetado para o chão, conseguiu se levantar e pedir por ajuda.

Em entrevista à RIC Record TV, o sobrevivente que se recupera em casa, com uma fratura no braço esquerdo, disse que a advogada transitava em zigue-zague antes de bater contra o poste de energia elétrica.

Ela começou a acelerar o carro para fazer uma brincadeira…eu não entendo de carro, então não sei se ela puxou o freio de mão, só sei que ela fez o primeiro zigue-zague e se perdeu“, em seguida o jovem contou que minutos antes da ‘brincadeira’, a advogada disse que queria ver se os outros motoristas eram bons de boleia.

Família quer identificar motorista que seguia atrás da jovem

Porém, para a família, a história de que a advogada transitava em zigue-zague e teria feito uma brincadeira não condiz com sua personalidade. “Eu sempre conversei com ela, pedi e implorei para ela não fazer isso…ela não ia brincar no volante. Ela podia até beber, mas de ficar bêbada nunca. Uma vez que ela tomou demais, ela dormiu na casa de uma amiga“, contou Maria, mãe da vítima fatal do acidente em São José dos Pinhais.

A mãe da advogada contou que quer saber o que de fato provocou o acidente que matou sua filha. Ela quer descobrir quem são as pessoas que seguiam no veículo atrás do Peugeot 208 que, após a colisão, pararam ao lado do carro e poucos segundos depois vão embora.

“É uma dor que não tem explicação para mim…essa dor eu vou carregar para o resto da minha vida. Metade do meu coração foi embora, não tá mais aqui. Se eu não tivesse ele [filho menor] eu me mataria e estaria junto com ela“, disse aos prantos.

Ainda em entrevista, Maria relembrou que recebeu a notícia da morte da filha durante um evento na escola do filho menor, de sete anos. “Jamais esperei que essa tragédia poderia acontecer com ela, com a nossa família.”

Advogada provoca acidente em São José dos Pinhais

Mãe e irmão de Ana Paula Borba não acreditam que advogada estava brincando com o volante (Foto: Eric Brito/RIC Record TV)

Vídeo registra acidente que partiu carro ao meio, em São José dos Pinhais

Assista às imagens de câmera de segurança que registraram o acidente fatal no bairro Cachoeira abaixo!

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.