Notícias

Acidente em Imbituva: criança de 2 anos morre após quatro dias internada no hospital

A mãe da menina também morreu durante o acidente em Imbituva; ao todo, a colisão que ocorreu no domingo (30) deixou quatro vítimas fatais

Caroline
Caroline Berticelli / Editora
Acidente em Imbituva: criança de 2 anos morre após quatro dias internada no hospital
O acidente em Imbituva foi na BR-153. (Foto: Reprodução/Facebook)

5 de julho de 2019 - 00:00 - Atualizado em 5 de julho de 2019 - 00:00

Júlia Nicoly Machado Ferreira, de apenas 2 anos, morreu nesta quinta-feira (5) após ficar quatro dias internada em estado grave. Ela é a quarta vítima fatal de um grave acidente em Imbituva, na região central do Paraná. A colisão que ocorreu na BR-153, na entrada do Parque de Imbituva, no último domingo (30), também vitimou a mãe da criança. 

O sepultamento será nesta sexta-feira (5), às 17h, no Cemitério Luterano de Imbituva.

Mãe e filha morrem após acidente em Imbituva 

No dia do acidente, a menina e a mãe Nagieli Machado Ferreira foram socorridas e encaminhadas em estado grave ao Hospital Universitário Regional dos Campos Gerais (HU). Nagieli morreu ainda no domingo, logo após dar entrada na instituição de saúde.  

O condutor do veículo onde estavam as duas permanece internado.

Como ocorreu o acidente na BR-153

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente em Imbituva, que envolveu um Ford Ecosport e um Fiat Tipo, ocorreu depois que o motorista do Tipo perdeu o controle do veículo, invadiu a pista contrária e bateu de frente com a Ecosport. 

Vítimas do Acidente em Imbituva 

Ao todo nove pessoas ficaram feridas gravemente durante o acidente em Imbituva, e quatro delas morreram. São elas:

  • Júlia Nicoly Machado Ferreira, de 2 anos;
  • Nagieli Machado Ferreira; 
  • Valdecir de Jesus Elias Nogueira, de 54 anos, morreu na hora;
  • Natan Caike dos Santos, de 18 anos, morreu na madrugada de segunda-feira (1) no  Hospital Bom Jesus, em Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais do estado. 

A polícia investiga as causas do acidente. 

*Com informações de A Rede