Notícias

“Não existe falta de freio quando há prudência”, diz irmã de vítima em acidente na BR-116

Segundo informações colhidas no local, havia fila de veículos e o trânsito estava lento quando ocorreu a colisão

Mirian
Mirian Villa

11 de dezembro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 1 de julho de 2020 - 15:04

Ana Mann, irmã de Nilson das Neves, conversou com a equipe da RIC Record TV e disse que não existe falta de freio quando há prudência. “Foi a imprudência de um terceiro veículo que matou cinco pessoas. Entre elas, o meu irmão. Se você está na velocidade permitida você consegue desviar…você acha um jeito…você não mata pessoas“, disse Ana Mann, irmã de Nilson.

O acidente aconteceu na manhã desta terça-feira (10), no Contorno Leste de Curitiba, na BR-116, e envolveu cinco veículos. Quatro carretas e um veículo de passeio. Segundo informações colhidas no local, havia fila de veículos e o trânsito estava lento quando ocorreu a colisão.

“Nós tava parado na fila, que geralmente de manhã aqui sempre é movimento, então, eu parei, aí veio a carreta sem freio e empurrou todo mundo”, contou um dos caminhoneiros.

Vítimas fatais do acidente na BR-116

  • Nilson das Neves Mann, de 34 anos;
  • Bruno Cristian dos Santos, de 25 anos;
  • Rogério Augusto de Carvalho, 38 anos;
  • Ryan Augusto de Carvalho, 10 anos;
  • Rafael Denk, de 34 anos;

 

Família ia buscar carro apreendido em posto da PRF

Rogério Augusto de Carvalho entrou no carro com o filho a pedido do vizinho, para recuperar o veículo de um deles que havia sido apreendido. Todas as vítimas moram no bairro Pilarzinho e os familiares souberam da notícia do acidente na BR-116 pela mãe de uma das vítimas.

“Eu tava dormindo, eu tomo remédios, e acordei com minha irmã gritando, gritando. Eu corri lá para ver e era a mãe de um dos pias (Bruno ou Rafael) que tinha ido avisar do acidente. Até então nós não sabíamos que tinham morridos todos. Daí passou uma meia hora mais ou menos e veio a confirmação. O guarda ligou para ela e ela veio no informar que tinham morrido os quatro”, conta Geraldo, irmão de Rogério.

O corpo das vítimas será sepultado nesta quarta-feira (11). A polícia irá apurar se de fato o caminhão apresentou problema mecânico ou se foi imprudência do motorista.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.