Agronegócio

Abate de frangos sobe 1,9% em 2019 ante 2018, diz IBGE

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

19 de março de 2020 - 00:00 - Atualizado em 19 de março de 2020 - 00:00

Rio, 19 – O País registrou abate de 5,81 bilhões de cabeças de frango em 2019, aumento de 1,9% em comparação com 2018, o equivalente a 106,90 milhões de aves a mais, segundo os dados das Pesquisas Trimestrais do Abate de Animais, do Leite, do Couro e da Produção de Ovos de Galinha, divulgados nesta quinta-feira, 19, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Essa foi o primeiro crescimento na atividade após dois anos seguidos de queda.

Houve altas no abate em 15 das 25 Unidades da Federação que participaram da pesquisa. Os aumentos mais relevantes ocorreram no Paraná (+94,52 milhões cabeças), Santa Catarina (+52,34 milhões), Goiás (+15,00 milhões), Minas Gerais (+14,93 milhões), Bahia (+5,12 milhões), Mato Grosso (+4,24 milhões) e Pará (+2,62 milhões).

Houve quedas no Rio Grande do Sul (-39,15 milhões), São Paulo (-20,49 milhões), Distrito Federal (-15,08 milhões) e Mato Grosso do Sul (-11,15 milhões).

O Paraná manteve a liderança no abate de frangos, com 32,5% de participação no total nacional, seguido por Santa Catarina (14,1%) e Rio Grande do Sul (14,0%).

No quarto trimestre de 2019, foram abatidas 1,47 bilhão de cabeças de frangos, uma ligeira queda de 0,1% em relação ao trimestre imediatamente anterior. Na comparação com o quarto trimestre de 2018, houve um aumento de 3,8%.