Agronegócio

Abate de bovinos cresce 1,2% em 2019 ante 2018, diz IBGE

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

19 de março de 2020 - 00:00 - Atualizado em 19 de março de 2020 - 00:00

Rio, 19 – Os produtores brasileiros abateram 32,44 milhões de cabeças de bovinos em 2019, um aumento de 1,2% em relação ao ano anterior, segundo os dados das Pesquisas Trimestrais do Abate de Animais, do Leite, do Couro e da Produção de Ovos de Galinha, divulgada nesta quinta-feira, 19, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O resultado significou a terceira alta consecutiva na série histórica anual, após as quedas registradas em 2014, 2015 e 2016. O crescimento de 2019 foi impulsionado por aumentos em 15 das 27 Unidades da Federação, com destaque para Mato Grosso (+430,55 mil cabeças), Mato Grosso do Sul (+291,51 mil), São Paulo (+224,23 mil) e Santa Catarina (+60,15 mil). As quedas mais intensas ocorreram no Pará (-283,22 mil), Goiás (-199,50 mil) e Rio Grande do Sul (-167,86 mil).

Mato Grosso manteve a liderança do ranking de abate, com 17,4% de participação nacional, seguido por Mato Grosso do Sul (11,1%) e Goiás (10,3%).

No quarto trimestre de 2019, foram abatidas 8,07 milhões de cabeças de bovinos, 1,4% a menos do que o registrado no quarto trimestre de 2018. Em relação ao terceiro trimestre de 2019, houve queda de 5,0%.