Notícias

7 são condenados por organização criminosa e comércio ilegal de armas, em Cornélio Procópio

As penas vão de um ano e nove meses até 37 anos de reclusão

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
7 são condenados por organização criminosa e comércio ilegal de armas, em Cornélio Procópio
(Cornélio Procópio. Foto: Assessa/Associação Empregados da Sanepar)

28 de outubro de 2021 - 16:47 - Atualizado em 28 de outubro de 2021 - 16:47

A Justiça condenou os sete réus denunciados pelo Ministério Público do Paraná (MPPR) por envolvimento com organização criminosa e comércio ilegal de armas de fogo, em Cornélio Procópio, no Norte Pioneiro do Paraná.

De acordo com o Promotor de Justiça José Paulo Montesino Gomes da Silva, a associação criminosa “planejava furtos, roubos e, especialmente, em regiões rurais do município […] e também tratava e negociava venda de diversos tipos de armas de fogo.”

A investigação faz parte da Operação Cingel, iniciada em 2020 e concluída neste ano (2021). Os réus foram condenados a penas que vão de um ano e nove meses à 37 anos de reclusão. Eles ainda podem recorrer da decisão.