Notícias

As 5 piores fake news Coronavírus

Sempre surgem notícias divulgando receitas caseiras que prometem curar algum tipo de doença, e com a Covid-19 não é diferente. Chás, alimentos milagrosos ou mesmo uísque e mel estão sendo divulgados como eficazes no combate ao vírus.

Larissa
Larissa especial e exclusivo para o RIC Mais
As 5 piores fake news Coronavírus

29 de abril de 2020 - 00:00 - Atualizado em 29 de abril de 2020 - 00:00

Recebemos informações novas sobre a pandemia a todo momento, e essa é uma oportunidade e tanto para que as fake news coronavírus ganhem força. É preciso ficar atento e sempre consultar portais e fontes confiáveis para ter acesso às notícias verdadeiras

Uma ótima maneira de tirar as dúvidas sobre a veracidade de uma informação é consultar a página informativa no site do Ministério da Saúde. Lá é possível encontrar notícias novas e descobrir se são verídicas ou não. 

Confira a seguir as 5 piores fake news coronavírus que foram divulgadas até agora e desmentidas pelo Ministério da Saúde.

Foi anunciada uma vacina para coronavírus

Existem notícias sobre uma suposta vacina para coronavírus circulando na internet. Algumas afirmam que a solução foi anunciada pelo governo brasileiro enquanto outras dizem ser uma declaração da China. De acordo com o Ministério da Saúde, nenhum destes casos é verídico. 

Segundo o Ministério “Muitas pesquisas estão sendo desenvolvidas para o combate ao coronavírus (COVID-19), entretanto, até o momento, não há nenhum medicamento, substância, vitamina, alimento específico ou vacina que possa prevenir a infecção pelo coronavírus (COVID-19).”

Encomendas da China carregam o vírus

Já foram divulgadas notícias que afirmam que as compras feitas em sites da China podem trazer o Sars-CoV-2, ou mesmo que o ar presente no plástico bolha destas encomendas está contaminado com o vírus.

O Ministério da Saúde informa que não há nenhuma evidência de que este “transporte do vírus” seja possível. Este agente normalmente não sobrevive mais que 24h fora do organismo humano ou animal, e o transporte de produtos da China até o Brasil costuma levar dias. 

Vinagre é eficaz contra o Sars-CoV-2

Existem fake news coronavírus que afirmam a eficácia do vinagre no combate ao vírus da Covid-19. Algumas notícias afirmam que qualquer vinagre substitui o álcool 70% na higienização das mãos ou de superfícies, enquanto outras informações dizem que fazer gargarejo com água morna, sal e vinagre elimina o vírus do organismo.

O Ministério afirma que até o momento não existem substâncias ou alimentos específicos que possam combater o vírus. O indicado é fazer a higienização com álcool ou água e sabão e seguir as recomendações de isolamento social.

Receitas caseiras previnem o novo coronavírus

Sempre surgem notícias divulgando receitas caseiras que prometem curar algum tipo de doença, e com a Covid-19 não é diferentes. Chás, alimentos milagrosos ou mesmo uísque e mel estão sendo divulgados como eficazes no combate ao vírus. O que acontece é que manter uma alimentação equilibrada pode contribuir para aumentar a imunidade, mas o Ministério da Saúde reforça que não existe nenhuma receita capaz de evitar a ação do vírus no organismo.

Beber água elimina o vírus do organismo

Há uma notícia circulando nas redes sociais que afirma que beber água morna, entre 26 e 27 graus, elimina o novo coronavírus do organismo, enquanto outras informações divulgadas dizem somente para beber bastante água. Ambas são fake news coronavírus. Água ou a ingestão de nenhum outro tipo de substância pode combater o vírus até o momento.

Além disso o Ministério informa que no corpo humano o vírus tolera temperaturas de até 36 graus. Por isso um dos sintomas, que na verdade é uma defesa do organismo para combater o vírus é a febre alta, acima dos 37 graus.