Entretenimento

Samba e homenagem marcam sábado de Carnaval em Curitiba

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

10 de fevereiro de 2013 - 00:00 - Atualizado em 10 de fevereiro de 2013 - 00:00

Mais de duas mil pessoas cantaram, dançaram e brincaram ao som dos sambas-enredo e das marchinhas que tomaram conta da Avenida Cândido de Abreu na noite de sábado (9). Até a chuva fina, que caiu sobre Curitiba durante todo o dia, contribuiu com o carnaval curitibano e cessou no início dos desfiles.

A festa começou com a passagem dos blocos Afoxé, Derrepent e Rancho das Flores. Depois deles, foi a vez das escolas de samba entrarem em cena.

Um dos momentos mais emocionantes da noite foi a homenagem especial a Ismael Cordeiro, o Maé da Cuíca, um dos grandes nomes do carnaval da cidade, falecido em dezembro do ano passado.

Fundador da primeira escola de samba da capital, a Colorado, em 1945, Maé também foi o autor do primeiro samba-enredo curitibano e de diversos sambas que marcaram a produção paranaense nesse gênero.

A entrega de uma placa à família do compositor foi feita pelo prefeito Gustavo Fruet e pelo presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Marcos Cordiolli, logo após os desfiles dos blocos. “Nunca esperava uma homenagem como esta. É uma emoção tão grande para nós que não tenho palavras para descrever”, disse a viúva, Teresinha Cordeiro dos Santos.

Na sequência, após a homenagem, tiveram início os desfiles das escolas de samba: Unidos do Bairro Alto, Os Internautas, Embaixadores da Alegria, Leões da Mocidade, Mocidade Azul e Acadêmicos da Realeza.

As escolas vencedoras do Carnaval 2013 de Curitiba serão conhecidas no domingo (10), após a apuração dos votos do júri, que será feita no Memorial de Curitiba, a partir das 15h.