Mais Esportes

Aos 19 anos, Thales Marino conquista o GP Internacional Top Riders

Gazeta
Gazeta Esportiva

5 de dezembro de 2020 - 20:55 - Atualizado em 5 de dezembro de 2020 - 22:00

Nesse sábado, 5/12, o GP Top Riders Troféu Perpétuo José Roberto Reynoso Fernandez, o Alfinete, a 1.40/1.60m, foi a grande atração do Internacional Top Riders na Sociedade Hípica Paulista. Sagrou-se campeão o jovem talento da casa Thales Marino, de apenas 19 anos, que montando Deauville fechou a primeira passagem com duas faltas (8 pontos) e zerou o segundo percurso, em 57s43.

Dos 19 conjuntos, conforme a regra, os 12 melhores (dois sem faltas, três com apenas um derrube ) quatro pontos, três com cinco pontos e outros quatro com oito pontos – voltaram para a segunda e decisiva rodada com armação da course-designer internacional Marina Azevedo.

“Com certeza será inesquecível, foi minha primeira vitória em um GP desse nível. Na primeira passagem, fiz duas faltas, virei em 11º e assim fui o 2º a largar na 2ª volta. Aí eu só pensei em fazer a minha parte, consegui fazer um percurso limpo e deixar os outros brigarem entre si. Ao final consegui: passei de 11º para 1º”, declarou o campeão. “Estou muito feliz, foi fruto do trabalho de toda a equipe. Eu já havia vencido alguns Clássicos, mas esse foi o meu primeiro GP, a 1.60m, e a Deauville não decepciona. Estou muito feliz com ela, fazem quatro anos que a gente está junto e vencer o GP foi muito gratificante”, finalizou o cavaleiro, campeão sul-americano Junior 2018, entre inúmeras outras conquistas nas categorias de base.

Marcello Ciavaglia com GR Garuda, grande campeão do GP Indoor em 1/11, que zerou a 1ª passagem e foi o penúltimo conjunto em pista focado em garantir o duplo zero, acabou cometendo duas faltas, em 62s42, resultado que lhe garantiu o vice-campeonato. O último a largar foi mais um representante da nata jovem do hipismo brasileiro André Fonseca Moura que apresentando Ferrari M poderia cometer até uma falta para ser campeão. Mas acabou cometendo dois derrubes, 66s27, fechando com uma importante 3ª colocação.

Na 4ª colocação aparece cavaleiro olímpico Doda de Miranda com Jumanje do Cach, que cometeu um derrube a cada volta, 66s99. Já em 5º lugar chegou mais uma jovem amazona da casa Carolina Souza Chade, a Cacá, que montando Flying High das Umburanas, fez sua estreia em um GP desse nível totalizando apenas 9 pontos perdidos, 62s69. Fechando o placar a 6ª colocação coube a Rafael Rodrigues dos Santos montando Caramel JMen, 9 pontos, 65s36.

Contagem do ranking e agenda

A disputa foi válida pelo ranking brasileiro senior top e Marcello Ciavaglia assumiu a liderança com 279,5 pontos, seguido de perto por José Roberto Reynoso Fernandez Filho, que era líder e hoje ficou em 7º lugar no GP, agora com 277,5 pontos (contagem sem descartes). A última etapa do Ranking Brasileiro Senior Top acontece semana que vem no Internacional D´ezembro no Clube Hípico de Santo Amaro, entre 8 e 13/12. Ambas as disputas também contaram pontos para liga sul-americana em busca de duas vagas na final da Copa do Mundo 2021, na Suécia.

Campeão Thales Marino / Deauville – BRA – 8/0 – 8/57s43

Vice Marcello Ciavaglia / GR Garuda – BRA – 0/8 – 8/62s42

3º André Fonseca Moura / Ferrari M – BRA – 0/8 – 8/66s27

4º Doda de Miranda / Jumanje do Cach – BRA – 4/4-8/66s99

5º Carolina Souza Chade / Flying High das Umburanas – BRA – 5/4 – 9/62s69

6º Rafael Rodrigues dos Santos / Caramel JMen – BRA – 5/4 – 9/65s36