Justiça

Presidente do TJ-PR assume presidência do Conselho dos presidentes dos Tribunais de Justiça

Desembargador José Laurindo de Souza Netto, chefe da Corte paranaense, foi nomeado presidente do órgão nacional

Presidente do TJ-PR assume presidência do Conselho dos presidentes dos Tribunais de Justiça
Foto: Divulgação TJ-PR

10 de janeiro de 2022 - 18:00 - Atualizado em 11 de janeiro de 2022 - 09:30

O presidente do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR), José Laurindo de Souza Netto, é o novo presidente Conselho dos presidentes dos Tribunais de Justiça do Brasil (Consepre). A solenidade de posse foi realizada hoje, 10, na sede do TJ paranaense, em Curitiba, e contou com a presença do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, e dos presidentes dos 27 Tribunais de Justiça do país. A presidência do Consepre foi repassada a José Laurindo pelo desembargador Voltaire de Lima Moraes, presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul.

O Consepre une o colegiado de presidentes dos Tribunais de Justiça e o Conselho dos Tribunais. Laurindo é o primeiro paranaense a tomar posse no cargo máximo do órgão. O objetivo da entidade é fortalecer o papel constitucional, garantir a representatividade do judiciário e preservar sua autonomia de forma efetiva.

Segundo José Laurindo, a conquista dessa posição representa um reconhecimento do trabalho feito pelo TJ-PR, levando a justiça para perto da população, em especial dos que mais precisam. Ele ainda destacou a necessidade de autonomia e fortalecimento dos Tribunais de Justiça.

Durante a cerimônia, o ministro Dias Toffoli destacou a importância da unificação dos Tribunais de Justiça como um sinal de maturidade. O magistrado também ressaltou que o judiciário brasileiro é um dos que mais trabalha no mundo e destacou a atuação da justiça ao longo da pandemia.

Além de José Laurindo Netto, a nova cúpula do Consepre será composta pelo desembargador Henrique Carlos Figueira, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, no cargo de vice-presidente. O desembargador Edson Ulisses de Melo, do Tribunal de Sergipe, será o secretário de relacionamento institucional, e a desembargadora Waldirene Cordeiro, do Tribunal de Justiça do Acre, será a secretária de cultura.