Justiça

Jogo do bicho: Justiça condena delegado e policial civil de Maringá

Outras nove pessoas foram presas, entre elas um servidor público da Prefeitura de Ivatuba

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais Com informações do Ministério Público
Jogo do bicho: Justiça condena delegado e policial civil de Maringá
Delegado e Policial Civil recebiam propina mensal Foto: Ilustrativa

17 de janeiro de 2022 - 11:25 - Atualizado em 17 de janeiro de 2022 - 11:25

A 4ª Vara Criminal de Maringá condenou 11 pessoas denunciadas pelo Ministério Público do Paraná por envolvimento com o jogo do bicho. Entre os denunciados, estão um delegado, um policial civil e um servidor municipal da delegacia de Ivatuba.

De acordo com a denúncia, vários infratores que gerenciavam bancas de jogo do bicho teriam pago propinas mensais aos policiais para não serem incomodados no exercício da atividade ilegal.

Os três agentes públicos foram condenados à perda de suas funções. As demais penas dos 8 réus variaram de três anos, um mês e dez dias a até quatro anos, um mês e dez dias de prisão, além do pagamento de multa.

Alguns dos réus tiveram o benefício de substituição das penas de reclusão por penas restritivas de direitos, prestação de serviços à comunidade e restrição de fim de semana, conforme determina a legislação vigente.