Justiça

Homem suspeito de importunar sexualmente adolescentes em Maringá passa a usar tornozeleira eletrônica

A decisão contraria o pedido do Ministério Público, que era pela prisão preventiva do homem

Renan
Renan Vallim / Repórter
Homem suspeito de importunar sexualmente adolescentes em Maringá passa a usar tornozeleira eletrônica
Crime foi gravado por uma câmera de segurança (Foto: Reprodução / Câmera de segurança)

18 de novembro de 2021 - 10:36 - Atualizado em 18 de novembro de 2021 - 10:54

A Justiça de Maringá determinou o uso de tornozeleira eletrônica pelo homem que foi filmado passando a mão nas nádegas de uma adolescente a caminho da escola, no início deste mês. Ele não poderá se aproximar de escolas nem das vítimas do caso, além de ter que se submeter a tratamento psiquiátrico.

A decisão contraria o pedido do Ministério Público, que era pela prisão preventiva do homem. Com isso, ele responde por importunação sexual em liberdade.

Identificado e interrogado pela Polícia Civil, o suspeito disse que estaria embriagado e teria cometido o ato apenas para dar um susto nas jovens.

Relembre o caso

No dia 5 de novembro, duas estudantes estavam indo para a escola pela avenida Pedro Taques quando o assediador agiu. As imagens mostram o criminoso andando pela calçada e se escondendo atrás de um poste depois de ver as meninas andando em sua direção.

As adolescentes passam por ele, que aproveita o momento para passar a mão nas partes íntimas de uma delas. Em seguida o autor continua andando tranquilamente pela avenida como se nada tivesse acontecido.

De acordo com as informações da mãe de uma das adolescentes, elas têm 15 e 16 anos, são estudantes do Ensino Médio e vão todos os dias para o colégio juntas pelo mesmo caminho. Neste dia, voltaram para casa assustadas e relataram o ocorrido aos pais que voltaram até a avenida para procurar pelo assediador, que não foi encontrado.