Justiça

Ex vice-presidente do Equador preso por receber propina da Odebrecht sai da prisão

Glas foi solto depois que um juiz decidiu que o bem-estar físico e psicológico do preso estava em risco

Reuters
Reuters
Ex vice-presidente do Equador preso por receber propina da Odebrecht sai da prisão
(Foto: Wikimedia Commons)

10 de abril de 2022 - 15:44 - Atualizado em 10 de abril de 2022 - 16:32

GUAYAQUIL/QUITO (Reuters) – O ex vice-presidente equatoriano Jorge Glas foi libertado da prisão neste domingo (10), depois que um juiz decidiu que seu bem-estar físico e psicológico estava em risco, disseram autoridades e apoiadores.

Glas havia sido condenado à prisão em 2017, depois que um tribunal o considerou culpado de receber propina da construtora brasileira Odebrecht, atual Novonor. Ele cumpriu quatro anos e meio de prisão.

Um juiz decidiu no sábado que ele deveria ser libertado após um pedido de habeas corpus, disse um tribunal da província de Santa Elena em comunicado.

Vídeos nas redes sociais mostraram Glas cumprimentando centenas de apoiadores ao sair da prisão, enquanto seu ex-chefe, o ex-presidente Rafael Correa, escreveu mensagem de apoio no Twitter.

(Por Yury Garcia e Tito Correa)