Justiça

Chef de cozinha é condenado após servir torta

O alimento foi preparado de maneira incorreta e gerou a morte de uma pessoa

Carol
Carol Machado / Produtora
Chef de cozinha é condenado após servir torta
Chef de cozinha é condenado após servir torta (Foto: Pixabay)

3 de dezembro de 2021 - 11:00 - Atualizado em 3 de dezembro de 2021 - 12:10

Uma comemoração entre membros de uma igreja terminou em tragédia no Reino Unido. Os paroquianos foram até um restaurante local para celebrar, mas uma idosa morreu e outras 31 pessoas tiveram intoxicação alimentar após comer uma torta recheada com uma carne que foi preparada de maneira incorreta.

De acordo com o The Guardian, Elizabeth Neumann, de 92 anos, passou mal logo após comer a torta e morreu em decorrência de uma intoxicação alimentar. Os demais paroquianos também tiveram mal estar. 

O chef de cozinha responsável pela preparação do alimento era John Croucher, de 40 anos.  Recentemente ele foi condenado a quatro meses de prisão após admitir a acusação de violação dos regulamentos alimentares. Além disso, ele está proibido de atuar como chef de cozinha e cozinheiro pelos próximos 12 meses.

“Odeio dizer isso, realmente odeio dizer isso, mas acho que fui apressado. Estava com pressa. O remorso é um eufemismo. Isso é algo que nunca esquecerei. Por causa disso sou um chef melhor e é uma pena que o custo teve que ser esse”

disse o chef no tribunal.

A juíza Sarah Campbell responsável pela condenação se pronunciou sobre o caso: “Em 8 de outubro de 2018, 35 moradores foram ao Crewe Arms para uma refeição. Trinta e duas pessoas comeram a torta. Uma pessoa saudável morreu de hemorragia gastrointestinal induzida por vômito. Nenhuma frase pode refletir a perda causada à família.”

De acordo com Campbell, a carne foi preparada de forma incorreta.

“Croucher precisava sair, então colocou a carne picada em um filme plástico e deixou na geladeira durante a noite. Ele cozinhou novamente a carne no outro dia e acrescentou purê de batata quente. Ele não mediu a temperatura quando foi servido”.

O restaurante onde John trabalhava foi multado em quase 3 mil libras.