Justiça

Caso Juliedes: julgamento de suspeitos de matar PM em Sarandi acontece nesta quarta

O julgamento será por júri popular

Mayara
Mayara Zeviani / Estagiária Com supervisão de Renan Vallim
Caso Juliedes: julgamento de suspeitos de matar PM em Sarandi acontece nesta quarta
O julgamento será pelo júri popular e deve durar o dia todo | Foto: Evandro Mandadori

19 de janeiro de 2022 - 11:10 - Atualizado em 4 de março de 2022 - 16:08

Serão julgados nesta quarta-feira (19), no Fórum de Sarandi, Vagner Mariano, 29 anos e Débora dos Santos Alves, de 25 anos. Os dois são os acusados de matar o policial militar Juliedes Nunes, de 37 anos, a tiros em abril de 2019 no conjunto Vale Azul em Sarandi.

Débora foi indicada como a responsável por atrair a vítima até o local do crime e foi presa poucas horas depois. Junto com ela, outros dois homens foram detidos mas comprovaram a inocência e foram liberados. Após depoimentos, Débora teria revelado que Vagner seria o responsável pelos disparos.

O atirador foi preso cerca de quatro meses após o homicídio em Vila Velha (RO), mas teria fugido pouco tempo depois e só foi capturado em abril de 2021 em uma propriedade rural no Paraguai após uma força tarefa conjunta.

O julgamento do caso, que gerou grande repercussão na época, será através de júri popular, realizado no Fórum de Sarandi, e deve durar o dia todo.

Policial, serviços, política, saúde, economia… Tem isso e tudo o que acontece no Paraná no RIC Mais. Clique aqui e mande sua sugestão de pauta.