Justiça

Acusado de matar jovem após briga de trânsito é condenado a 19 anos de prisão

O julgamento aconteceu em Cascavel nesta terça-feira (28); Elias Pires respondeu por homicídio duplamente qualificado contra Ailson Augusto Ortiz, crime ocorrido em março deste ano

Valeska
Valeska Macedo / estagiária com supervisão de Giselle Ulbrich
Acusado de matar jovem após briga de trânsito é condenado a 19 anos de prisão
Foto: Reprodução/redes sociais

28 de junho de 2022 - 21:10 - Atualizado em 28 de junho de 2022 - 21:10

Elias Pires, de 54 anos, acusado de matar Ailson Augusto Ortiz, de 21 anos, após um desentendimento no trânsito, foi condenado a 19 anos, 10 meses e 15 dias de prisão por homicídio duplamente qualificado e porte ilegal de arma de fogo. O julgamento aconteceu em Cascavel, região Oeste do estado, nesta terça-feira (28).

As testemunhas de defesa e acusação foram ouvidas no júri popular nesta terça-feira. A esposa de Elias testemunhou o crime, junto com os três filhos do casal, e afirmou que os dois estavam levando as crianças para a escola.

O Ministério Público do Paraná (MPPR) apresentou a denúncia do crime, com qualificadoras de motivo fútil. O acusado foi denunciado, ainda, por porte ilegal de arma de fogo e preso um dia após o assassinato, de forma preventiva.

A namorada da vítima, Deborah Larissa, estava presente no julgamento e conta como passou os meses após o crime. A jovem, emocionada, diz que por mais que tenha voltado a rotina, a dor de viver sem o companheiro não passa.

“A gente comprou a nossa casa, tava tudo ótimo, mas por causa do que aconteceu, eu não consigo entrar lá. É muito difícil entrar em um lugar que te fazia tão bem e hoje causa tanta dor”,

relata.

O acusado foi condenado por homicídio qualificado, com pena de 17 anos, 10 meses e 15 dias de prisão em regime fechado. A pena para o uso ilegal de arma de fogo foi de dois anos.

Relembre o caso

A briga no trânsito aconteceu na manhã do dia 24 de março, no bairro Neva, em Cascavel. Ailson estava em uma motocicleta e se envolveu em uma discussão com Elias, que dirigia um Fluence.

Imagens de uma câmera de segurança mostram o momento em que os homens descem dos veículos e Ailson dá um soco em Elias. O homem saca uma arma e dispara ao menos três vezes contra Ailson, que cai na via e morre no local, antes da chegada da equipe médica. Após o crime, Elias embarcou no carro e fugiu.

Dois dias depois, na sexta-feira (26), o suspeito de disparar contra o jovem se apresentou à delegacia policial e foi detido. O homem não possui liberação para andar com a pistola calibre 380, utilizada na ação. Ainda foram encontradas outras três armas na casa do suspeito.

Quer mandar uma sugestão de pauta pro RIC Mais? Descreva tudo e mande suas fotos e vídeos pelo WhatsApp, clicando aqui.