Inova RIC

Conheça a vertical de medicina inovadora da InovaRIC, sob o olhar do nosso embaixador Marcus Rivabem

A inovação age como maior ferramenta para os médicos

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Conheça a vertical de medicina inovadora da InovaRIC, sob o olhar do nosso embaixador Marcus Rivabem

21 de junho de 2021 - 10:47 - Atualizado em 21 de junho de 2021 - 10:47

Em mais um InovaRic, vamos apresentar a nova vertical Medicina Inovadora com o olhar do embaixador Marcus Rivabem, nascido em Campo Largo, é médico e uma pessoa extremamente simples. Desde pequeno era apaixonado por medicina, buscou a área dedicando seus estudos ao segmento, formou-se em medicina pela federal, e hoje já soma 23 anos dentro da profissão.

Atuante como cirurgião na área de oncologia, Marcus nos conta como andam as inovações e transformações para o setor da medicina.

As inovações na área médica 

Crucial para a saúde, a inovação age como maior ferramenta para os médicos, hoje com uma simples busca no Google, os doutores levam muito menos tempo para suas pesquisas e tirar dúvidas do que antes nos livros de medicina. Era trabalhoso, demorava e não agregava tanta informação quanto temos na palma de nossas mãos. Hoje é tudo imediato, conseguimos artigos atuais que beneficiam a vida dos doutores e, consecutivamente, a dos pacientes. 

Uma grande inovação que a tecnologia proporcionou para medicina foi a introdução da realidade virtual para o estudo aprofundado de regiões do corpo, a anatomia, que tradicionalmente são feitas com cadáveres. Um pequeno erro já compromete todo aquele estudo e hoje, com a realidade virtual, isso não ocorre mais. 

Também a realidade virtual possibilita aos jovens médicos, e os mais experientes, realizarem treinamento cirúrgicos, permitindo que seja planejado essa cirurgia passo a passo virtualmente, fazendo com que o cirurgião chegue muito mais preparado e confiante na hora de executar um procedimento real. 

A tecnologia otimizou alguns processos que automaticamente foram anulando os mais antigos, por serem mais práticos, eficientes e que trazem resultados imediatos.  

Dando um pequeno exemplo, vemos o tratamento de um câncer de mama. Antigamente era preciso retirar a mama completa e a musculatura também, hoje em dia, cada vez mais conservadora, a mastectomia é outra. Faz a retirada do nódulo com uma margem de dois centímetros e reconstrói a mama.  

A tecnologia permitiu o estudo aprofundado do procedimento cirúrgico, que logo eles perceberam que tirando a mama inteira ou apenas o nódulo, o desfecho da doença era o mesmo. 

O que a medicina considera como um profissional inovador 

O médico hoje em dia precisa ter a mente aberta!  Estar perto de grandes tecnologias. Ele irá ganhar recursos antes inimagináveis, na cirurgia, nas pesquisas médicas e nos medicamentos atrelados aos pacientes. 

É preciso aceitar as transformações que as tecnologias e inovações trazem ao setor, se o profissional não se adequar a elas e tiver a mente aberta ao que chega de novo a ele, vai ficar atrasado e se perderá no setor. 

Como analisar uma ideia inovadora e com potencial a se tornar uma startup 

Para isso é preciso primeiramente analisar o mercado, ver se aquela ideia vai solucionar alguma deficiência de mercado e que supra as necessidades do seu cliente.

Na área médica, é preciso muito estudo e validação antes de lançar uma solução, porque estamos lidando com vidas, então, não há margem para erros.

O olhar da classe médica a inovação 

A grande parcela dos médicos é extremamente aberta à inovação e instigados a consumir a inovação da melhor forma. Mas é algo que vai de cada um. Muitos ainda não se desprenderam das ações antigas e não abrem a porta para os recursos e ferramentas tecnológicas da medicina. 

O motivo? Na idade, muitos usam a idade como desculpa e não se reinventam por conta do medo de não fazerem parte daquela evolução. Algo que se mostra completamente equivocado, pois as transformações tecnológicas vieram para agregar melhorias a todos e não empacar funções antigas. 

O profissional precisa olhar para o mercado e aceitar o que vem de novo a ele, dificilmente os médicos do futuro irão ser excluídos pelas tecnologias. Por mais que exista todo um contexto benéfico que esses recursos acarretam, a função humana do médico não poderá ser substituída.

Inovação na área médica, o que as pessoas têm que ter em mente!

Não existe uma fórmula mágica! É estudar, ter o pensamento flexível e aberto a todas informações que chegam até nós. 

Em qualquer área temos mentores e professores e é importante sermos críticos ao que estamos aprendendo. Questionar se aquela ação cabe a sua vida e se é realmente a área que pertence. 

É preciso estar atento ao futuro da medicina inovadora, mas sem esquecer que não existe inovação sem humanização. É preciso estar atento ao futuro da medicina inovadora, mas sem esquecer que não existe inovação sem humanização. Acima de toda a tecnologia está o ser humano e sua essência, e isso máquina nenhuma poderá substituir.

Além disso, não menos importante, devemos destacar o acolhimento, quando se acolhe o paciente, dando a ele atenção e uma escuta de qualidade, estamos alcançando o sucesso prático dentro da nossa profissão.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.