Inova RIC

A montanha russa da inovação

No balance da economia, inovar é o maior recurso de quem quer vencer o mercado e conquistar o ecossistema

Kauana
Kauana
A montanha russa da inovação

20 de abril de 2021 - 09:28 - Atualizado em 15 de junho de 2021 - 10:02

Atualmente o perfil das empresas e trabalhadores brasileiros consiste em ações e hábitos que se mostram retrógrados, principalmente quando nos deparamos com a imensa onda de inovação que nos atinge. Somos bombardeados diariamente por inovações, mas quem não souber identifica-las, mal saberá desfrutar de seus recursos.

A inovação pode ser completa e ilimitada, é uma busca incessante por uma ideia ou projeto que solucione um problema. Ela nos acompanha há muitos anos, não com a mesma intensidade, mas sempre existiram setores voltados a inovação dentro das empresas tradicionais.

Embora de longa data, nunca vimos a inovação agindo com tanta força e vindo de múltiplos lugares. Resultado de uma transformação tecnológica que está causando grandes mudanças em tão pouco tempo, possibilitando que mercado esteja conectado, digitalizado e extremamente veloz.

Sendo em maior ou em menor escala, a inovação se difere nos corredores das empresas que a utilizam, em seus recursos e possibilidades.

A inovação é intangível, é muito grande. As pessoas sabem que existe, mas não sabem de fato como inovar.

Kauana Yrina – CEO Condor Connect

Para que a inovação possa atuar dentro da empresa com todo o seu potencial é preciso entender que inovar não é somente ter uma grande ideia. Apenas a ideia não vai trazer bons resultados. Para ser efetiva a inovação deve surgir para resolver as dores e dificuldades de mercado e cliente. 

A pandemia fez com que pequenos , médios e até em grandes empreendedores buscasse através da inovação abrir portas para a fuga desta crise. Com isso, trouxe uma chance de empresas e corporações renomadas do meio alcançarem novos rumos, premiando quem inova com lucros acima do esperado. 

Uma mudança de mindset promove a inovação

Mudar gera incômodo, desconfiança, não sendo muito bem recebida por parte das pessoas de dentro das corporações. Habituadas ao comodismo, quando se depararam com uma ação disruptiva que vai direcionar o seu trabalho para novos rumos, a maioria tem receio e não deixa a inovação atuar com toda a sua força. 

A mudança de mindset deve ocorrer diariamente. Assim como uma planta precisa ser regada pela água e energizada pelo sol, a cultura de inovar deve ser trabalhada ao longo de nossa jornada. Não será de forma repentina que uma mudança notável vai acontecer, é preciso tempo e dedicação com o foco voltado a ter novas atitudes. 

Uma ação que deve surgir de dentro para fora, infiltrada no DNA de cada colaborador e como pilar da corporação. Com essa união a empresa conquista a inovação, apresentando para o time em formato de palestras, cursos e colocando todos em contato com a inovação.

Assim, provocará em todos da empresa a vontade e a necessidade de estar em constante mudança. Não é tarefa fácil, pois como sabemos, mudar é uma das maiores barreiras que as corporações enfrentam.  

Não somos feito para mudar, o ser humano foi feito para caçar e voltar pra caverna.

Fernando Seabra – Mentor na Planeta Startup e Analista Shark Tank BR.

Mudar é um fato que não podemos fugir e com o avanço das tecnologias o futuro está chegando em ritmo muito mais acelerado. Cada dia mais precisamos nos moldar e mudar conforme as direções ditadas pelo digital. Para não haver perda de recursos e tempo, é preciso implantar o quanto antes projetos e setores de inovação que se baseiam nas inovações do mercado para orientar os melhores passos. 

Como identificar a inovação nas empresas 

Muito se fala em inovar, mas pouco se faz! A maioria se intitula inovador e mal sabem como definir corretamente ou extrair os melhores resultados da inovação. Há quem, na verdade, está iludido com si mesmo. Provavelmente suas práticas estejam erradas, por isso é bom rever seus conceitos. 

A inovação é ditada pelo mercado e pelo cliente, que apontam o que está sendo requisitado de inovador para eles. Avaliar e intitular ações inovadoras cabe a todo ecossistema, que vive de forma sólida a inovação, e não somente a empresa.

Auxiliados por ferramentas tecnológicas, podemos definir e analisar indicadores que vão nos revelar os projetos realmente inovadores dentro das empresas. São os chamados KPls (Key Performance Indicator) ou Indicadores Chave de Desempenho. Eles medem o quanto de inovação está sendo realizada por parte da empresa e são considerados como verdadeiras bússolas, guiando a inovação rumo ao sucesso.

Mas para ser inovador não basta medir, é preciso uma mudança mental e habitual, se desapegar da cultura do comodismo e estar preparado para responder os dilemas do mercado e dos clientes de forma rápida e eficaz.

Acompanhe nosso bate-papo completo:

Ou se preferir, ouça como podcast:

Surgiu um projeto inovador e não sabe onde executá-lo? Entre em contato com a nossa aceleradora Condor Connect para fomentar sua inovação através do e-mail oi@condorconnect.com.br. Agende uma oportunidade de dar vida a suas  ideias.  Não perca a chance de fazer acontecer!

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.