Infraestrutura

Compromisso entre Foz e Estado garante infraestrutura para maior ocupação urbana do PR

Com a parceria da Sanepar e Copel, as obras iniciais serão para saneamento e energia elétrica

Aline
Aline Cristina / Repórter com RICtv
Compromisso entre Foz e Estado garante infraestrutura para maior ocupação urbana do PR
(Foto RICtv)

28 de junho de 2022 - 14:08 - Atualizado em 28 de junho de 2022 - 14:15

A prefeitura de Foz do Iguaçu, no Oeste do Paraná, e o Governo do Estado assinaram um termo de compromisso para levar infraestrutura à maior comunidade urbana do Paraná, o Conjunto Bubas. A assinatura aconteceu nesta semana com a participação do Governador Carlos Massa Ratinho Junior. O projeto está sendo finalizado e ainda precisa abrir licitação, mas o objetivo é que as obras comecem ainda este ano.

Com a parceria da Sanepar e Copel, as obras iniciais serão para saneamento e energia elétrica. Estão previstas as implantações de 9,2 quilômetros de redes de água e outros 8,9 quilômetros de redes de esgoto. Para a iluminação, são aproximadamente 9.100 metros de redes de distribuição de energia.

A Comunidade Bubas em Foz do Iguaçu é considerada a maior ocupação urbana do Paraná. Ela começou a ser criada em 2011 e hoje é formada por mais de 1.800 famílias.

“ A gente às vezes não tem oportunidade, não tem um meio de conseguir as coisas. Se você parar para analisar, na faixa de mil reais para morar de aluguel e a gente aqui da invasão a gente não tem. Se a prefeitura ajudar, show, porque é uma coisa que é para o povo, isso vai até ajudar na cidade.”

Felipe de Menezes – porteiro

Durante o estudo feito pela prefeitura foram identificadas famílias que construíram casas em áreas de preservação e até no meio das ruas, por isso elas precisarão ser remanejadas.

Somente na área conhecida como “Bosque” vivem 67 famílias. Elas estão bem próximas da construção da perimetral leste, que vai ligar a segunda ponte entre Brasil e Paraguai. Todas essas pessoas serão reassentadas na mesma região, segundo a prefeitura de Foz do Iguaçu.

“É uma questão de vínculo, as pessoas não gostam de sair muito longe de onde estão. Nós procuramos uma área que fosse capaz de comportar essas famílias e a ideia é construir na região que é muito próxima de onde estão.”

Elaine Anderle – diretor superintendente Fozhabita

As obras de infraestrutura foram avaliadas em cerca de 30 milhões de reais, com aportes do município e do Governo do Estado.

“Aqui também tem gente humilde e digna. É isso que a gente espera, um pouco de dignidade.”

Regina Aparecida – dona de casa
Quer mandar uma sugestão de pauta pro RIC Mais? Descreva tudo e mande suas fotos e vídeos pelo WhatsApp, clicando aqui.