Futebol

Vivendo seu auge, Weverton fala sobre renúncias e celebra os 200 jogos pelo Palmeiras

Gazeta
Gazeta Esportiva

8 de novembro de 2021 - 14:29 - Atualizado em 8 de novembro de 2021 - 15:45

Na vitória por 2 a 0 sobre o Santos, Weverton chegou à marca de 200 partidas com a camisa do Palmeiras. No clube desde 2018, o goleiro sabe que sua trajetória vitoriosa não foi ao acaso, já que abriu mão de confortos para atingir o nível que apresenta hoje.

Além dos 200 jogos pelo Verdão, Weverton registra o impressionante número de 100 partidas sem sofrer gols debaixo das traves do time alviverde.

“O sentimento é de gratidão. Todo esforço é recompensado, todo dia de trabalho e suor. Quem me conhece bem sabe que sou um cara que deixo muitas coisas para trás para me dedicar. Nos pós-jogos, às vezes estou aqui treinando cansado, sem dormir, mas venho para ganhar algo e me preparar para o próximo jogo. Quando atinjo uma marca dessa, é como se todo o esforço valesse a pena. Não só pelos 200 jogos, sair sem sofrer gols em metade deles me deixa muito orgulhoso”, disse o goleiro.

Weverton tem consciência do que se exige de um atleta de alto rendimento. Para manter a regularidade dentro de campo, deixa se fazer coisas prazerosas em seu tempo livre.

“Eu falo para a minha esposa que chegou uma época da minha vida que preciso de muita paciência dela, porque terão dias que ela vai querer jantar e eu vou querer ficar em casa, descansando, fazendo uma botinha, vendo um jogo do adversário. Isso é sacrifício, isso é renúncia, faz a gente chegar. Às vezes, as pessoas acham que essa vida é fácil, mas eu renuncio muitas coisas para viver um sonho”, pontuou o arqueiro.

Por fim, Weverton não deixou de citar a estrutura do clube como aspecto fundamental em sua evolução como goleiro nos últimos quatro anos. Nesse período como jogador do Palmeiras, o camisa 21 conquistou o Campeonato Brasileiro de 2018 e os três títulos da temporada passada: Campeonato Paulista, Copa do Brasil e Libertadores.

“Eu vivo esse momento de auge da minha jornada, como profissional e pessoa. O amadurecimento faz com que a performance se eleve cada vez mais. Uma coisa que acrescentou muito na minha vida foi a estrutura que o Palmeiras oferece para você desempenhar o melhor futebol. Aqui, temos tudo. Quem aproveita, cresce. Eu melhorei minha parte física, meu percentual de gordura. Melhorei minha parte mental, melhorei como goleiro. Entender que era goleiro de uma grande equipe e precisava fazer diferença. Isso se reflete dentro de campo”, finalizou Weverton.