Futebol

Vitória atropela o Cruzeiro e dorme fora da zona de rebaixamento da Série B

Gazeta
Gazeta Esportiva

14 de novembro de 2021 - 19:56 - Atualizado em 14 de novembro de 2021 - 21:00

O Vitória segue vivo na luta contra o rebaixamento. Pela 36ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o time comandado por Wagner Lopes venceu o Cruzeiro por 3 a 0 neste domingo, no Barradão, e deixou momentaneamente a zona de rebaixamento.

Diante de uma equipe que já está praticamente garantida na Série B, o Vitória foi melhor desde o início. Com apenas três minutos, os donos da casa abriram o placar com Thiago, que marcou contra ao desviar de cabeça cobrança de falta de Marcinho. Aos sete, foi a vez de David ampliar ao receber passe de Roberto sozinho dentro da área. O camisa 9 ainda marcou o terceiro, depois de vencer Rhodolfo na velocidade, receber dentro da área e bater cruzado de primeira, aos 34 minutos do primeiro tempo.

Com o resultado, o Vitória chegou a 40 pontos e vai dormir na 16ª posição da Série B. Para se manter fora da zona de rebaixamento ao final da rodada, o Rubro-Negro precisa que Brusque e Londrina não vençam CRB e Ponte Preta, respectivamente, na segunda-feira.

Já o Cruzeiro segue com 46 pontos, na 11ª colocação. Caso Brusque e Londrina não vençam seus jogos, a Raposa estará matematicamente garantida na Série B de 2022.

O jogo – Precisando vencer para seguir vivo na luta contra o rebaixamento e empurrado pela torcida, o Vitória não demorou para chegar com perigo ao ataque. Logo aos dois minutos, Fabinho recebeu pela direita, levou a bola para o pé esquerdo e mandou uma bomba no travessão.

Já aos três, Marcinho cobrou falta pela esquerda na direção do gol, e o atacante Thiago desviou de cabeça, mandando contra o próprio patrimônio e abrindo o placar para os donos da casa.

Mesmo com a vantagem, o Leão não se deu por satisfeito. Aos sete minutos, Wallace fez um longo lançamento para Roberto, que aproveitou a falha de Norberto, fez bom drible de cabeça, invadiu a área e tocou no meio para David, que chegou chutando para balançar a rede.

A primeira chegada do Cruzeiro foi com Thiago, em cruzamento fechado pela direita que assustou o goleiro Lucas Arcanjo. O Vitória rapidamente respondeu com João Pedro, em chute forte rasteiro que passou perto da trave direita cruzeirense. Fábio também precisou trabalhar e fez grande defesa após cabeçada de David.

Quando voltou a ficar na frente de Fábio, no entanto, David não desperdiçou. Aos 34 minutos, o atacante ganhou de Rhodolfo na velocidade, recebeu de Bruno Oliveira dentro da área e bateu cruzado de primeira com o pé esquerdo para dar números finais ao jogo.

No fim do primeiro tempo, o Cruzeiro chegou com perigo em três oportunidades, mas parou em Lucas Arcanjo. Giovanni, Felipe Augusto e Wellington Nem tentaram superar o goleiro, mas em vão.

Segundo tempo

Assim como na primeira etapa, o Vitória começou com tudo o segundo tempo. Após cobrança de falta rasteira de Bruno Oliveira, Thalisson quase ampliou ao desviar levemente. Depois, foi a vez de David receber em velocidade pela esquerda, limpar a marcação e chutar de pé direito, mas errando o alvo por muito.

Aos poucos, o Cruzeiro foi equilibrando o jogo. Claudinho exigiu defesa segura de Lucas Arcanjo ao finalizar de canhota de longe. Já Marcinho levou perigo em cobrança de falta, mas mandou para fora.

Fábio foi novamente exigido. Primeiro, espalmou finalização rasteira de Roberto. Na sequência, defendeu tentativa de Alisson Santos.

Na reta final, Lucas Arcanjo também voltou a aparecer. O goleiro do Vitória fez grandes defesas em arremates de Marcinho, Vitor Roque, Eduardo Brock e Rhodolfo, garantindo o placar de 3 a 0.

FICHA TÉCNICA

VITÓRIA 3 X 0 CRUZEIRO

Local: Barradão, em Salvador (BA)

Data: 14 de novembro de 2021, domingo

Hora: 17h (de Brasília)

Árbitro: Jefferson Ferreira de Moraes (GO)

Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Cristhian Passos Sorence (GO)

VAR: Elmo Alves Resende Cunha (GO)

Cartões amarelos: Wellington Nem e Marcinho (Cruzeiro)

GOLS

VITÓRIA: Thiago (contra), aos 3, e David, aos 7 e 34 minutos do 1ºT.

VITÓRIA: Lucas Arcanjo; Raul Prata, Wallace, Thalisson e Roberto; João Pedro (Marco Antônio), Eduardo (Cedric) e Bruno Oliveira (Soares); Marcinho (Alisson Santos), Fabinho (Caíque Souza) e David.

Técnico: Wagner Lopes

CRUZEIRO: Fábio; Norberto (Marco Antônio), Rhodolfo, Eduardo Brock e Felipe Augusto (Jean Victor); Lucas Ventura, Rômulo e Giovanni (Claudinho); Wellington Nem (Marcinho), Vitor Leque (Vitor Roque) e Thiago.

Técnico: Vanderlei Luxemburgo