Futebol

Tite cita “dor de cabeça” com ataque do Brasil e avalia momento da Seleção

Gazeta
Gazeta Esportiva

29 de outubro de 2021 - 15:00 - Atualizado em 29 de outubro de 2021 - 15:15

Nesta sexta-feira, Tite divulgou os convocados para a Seleção Brasileira em novembro. Após o anúncio, o técnico falou sobre a “dor de cabeça” que tem para definir o ataque da equipe e avaliou o atual momento do time nacional, em comparação com o período que antecedeu a Copa de 2018.

“Todos esses atletas, inclusive Vinícius Júnior, Antony, Raphinha… é uma dor de cabeça danada, por uma questão técnica, de escolha de jogadores para um momento específico, para um modelo específico”, disse o treinador.

Tite também não poupou elogios ao ponta-esquerda do Real Madrid: “Vinícius Júnior, um grande jogador, com potencial de crescimento impressionante. Vive um grande momento no clube. Concorre entre aqueles atacantes agressivos, que atacam espaços, ponta-direita ou esquerda. Agudo, o ponta que vai para dentro, da finta, do lance pessoal.

Ele justificou, então, a ausência de Vinícius: “O desempenho e a oportunidade que Raphinha e Antony tiveram foi um momento importante para a convocação. Com todo respeito nessa concorrência leal que a gente procura, nesse momento em que a equipe se ajustou e fez o seu melhor jogo, com um atacante que ataca espaço e outro de articulação.”

Por fim, Tite comparou o período de pré-Copa do Mundo de 2018 com o momento atual: “O segundo, na medida que tem resultados, e nós estamos com encaminhamento de classificação bem próximo, ele oportuniza uma série de atletas, que no estágio anterior não tínhamos tempo.”

“Agora, o número de atletas, em termos de estatísticas, é muito maior em oportunidades do que o anterior. Inclusive, de variações táticas, de momentos ruins e bons. Ele te permite errar”, completou.

Com vaga encaminha ao Mundial do Qatar, o Brasil lidera as Eliminatórias e está invicto após 11 jogos. A Seleção recebe a Colômbia na quinta-feira (11/11), na Neo Química Arena, às 21h30 (de Brasília). Já no dia 16, terça-feira, joga contra a Argentina fora de casa, em San Juan, às 20h30.