Futebol

Sheik aconselha Luan a “esquecer da bagunça” e pede mais seriedade nos treinamentos

Gazeta
Gazeta Esportiva

17 de agosto de 2021 - 10:27 - Atualizado em 17 de agosto de 2021 - 11:00

Contratado em 2020, Luan não vive boa fase no Corinthians. A última vez que o camisa 7 figurou entre os titulares foi em 17 de junho, contra o Red Bull Bragantino, quando sofreu uma tendinite no músculo adutor da coxa direita. Com status de ídolo no clube alvinegro, Emerson Sheik falou sobre o atleta de forma crítica.

“O Luan já teve seu processo. Ou seja, já teve sua oportunidade. Ele não segurou, então tem que ficar quietinho no banco. Não tem que emburrar a cara, não. Treinar a semana toda com um pouquinho mais de seriedade, dormir melhor, parar de festa”, aconselhou o ex-atacante em entrevista ao SBT. “Eu fazia (festa), mas resolvia”, sorriu.

Mesmo após sua recuperação física, Luan perdeu espaço entre os 11 titulares do técnico Sylvinho, e as chegadas de Giuliano e de Renato Augusto dificultaram ainda mais a escalação do meia. Nos últimos quatro jogos do Corinthians, o jogador acompanhou a partida do banco de reservas.

“Sendo bem claro, o Luan precisa concentrar um pouco mais as forças no clube. Precisa abrir mão um pouquinho do extracampo, do que ele vem fazendo. O que eu sei é que o Luan não dorme cedo, posso provar isso e o Luan sabe muito bem. Não vou fazer isso, mas ele precisa focar um pouco mais no futebol e esquecer um pouquinho mais da bagunça”, disse Sheik.

Irreverente, Sheik teve três passagens pelo Corinthians. Na primeira (2011-2014), a mais marcante, o atacante conquistou os títulos do Campeonato Brasileiro, da Copa Libertadores, da Recopa Sul-Americana, do Mundial de Clubes e do Paulistão.