Futebol

São Paulo vence o Sport no Morumbi e respira na luta contra o rebaixamento

Gazeta
Gazeta Esportiva

27 de novembro de 2021 - 22:24 - Atualizado em 27 de novembro de 2021 - 23:45

O São Paulo venceu o Sport na noite deste sábado, no Morumbi, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em confronto direto na luta contra o rebaixamento, o Tricolor, apesar de não ter feito um jogo brilhante, conseguiu sair de campo com a vitória por 2 a 0, graças aos gols de Calleri e Gabriel Sara.

Embora o São Paulo tenha tido algumas chances de gol no primeiro tempo, foi na etapa complementar que passou a chegar com mais naturalidade à meta adversária graças à entrada de Martín Benítez, que substituiu Vitor Bueno no intervalo. Foi ele quem sofreu e cobrou a falta que resultou no gol de Calleri.

Com o resultado, o São Paulo foi a 45 pontos, abrindo cinco da zona de rebaixamento. O Sport, por sua vez, segue na vice-lanterna da competição e podendo ser rebaixado na próxima terça-feira, caso o Juventude vença o Red Bull Bragantino em Caxias do Sul.

O jogo – O São Paulo começou o jogo mais pilhado e, apoiado pela torcida, não demorou muito para levar perigo ao gol de Mailson. Aos seis minutos, Gabriel Sara aproveitou sobra na entrada da área para bater rasteiro, mas o arqueiro do Sport fez a defesa. Já aos 11, o meia tricolor protagonizou uma jogada mais bonita, dominando de costas para gol, levando para o meio e soltando a bomba que passou a centímetros da trave.

Os visitantes reagiram com Mikael. Primeiro o centroavante do Sport tirou tinta da trave ao bater da entrada da área e contar com o desvio de Miranda. Depois, após cobrança de escanteio, ele cabeceou à queima-roupa, obrigando Tiago Volpi a operar um milagre no Morumbi.

O São Paulo continuou em busca do tão sonhado gol. Calleri teve uma chance claríssima para abrir o placar, mas cabeceou em cima do goleiro Mailson. Depois foi a vez de Rigoni ficar com a sobra do cruzamento, no segundo pau, dominar e soltar o pé, mandando para fora.

Antes do apito final, o Tricolor teve a oportunidade derradeira de conquistar a vantagem na partida. Em cobrança de falta de Igor Gomes, Gabriel Sara apareceu no meio do caminho para desviar de cabeça, exigindo ótima defesa de Mailson.

Segundo tempo

Depois de a torcida pedir a entrada de Benítez ao fim do primeiro tempo, Rogério Ceni atendeu aos pedidos vindos das arquibancadas e colocou o argentino na vaga de Vitor Bueno. Mas, foi o Sport quem ameaçou primeiro. Logo no primeiro minuto Mikael recebeu enfiada nas costas da zaga e bateu forte, exigindo outra boa intervenção de Tiago Volpi.

Pouco depois, porém, a torcida do São Paulo provou que realmente estava acerta. Com cinco minutos de jogo, Benítez sofreu falta próximo à área, cobrou e viu Calleri completar para o fundo das redes, abrindo o placar para o Tricolor.

Mais confortável com a vantagem, o São Paulo seguiu superior ao adversário e quase ampliou com Gabriel Sara após Rodrigo Nestor ir conduzindo a bola em direção ao gol e cruzar na cabeça do companheiro, que viu Mailson fazer mais uma defesa excepcional para salvar o Sport.

Mas, de tanto insistir, Gabriel Sara foi premiado com o gol já na reta final do jogo. Benítez iniciou a jogada, abrindo para Marquinhos na esquerda. O jovem atacante fez a jogada individual e cruzou rasteiro para Gabriel Sara chegar batendo de primeira, sem chances para Mailson desta vez, e garantindo a importantíssima vitória tricolor no confronto direto na luta contra o rebaixamento.

FICHA TÉCNICASÃO PAULO 2 X 0 SPORT

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)Data: 27 de novembro de 2021, sábadoHorário: 21h30 (de Brasília)Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC)Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (FIFA-GO) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)VAR: Emerson de Almeida Ferreira (MG)

Público: 35.679 torcedores

Renda: R$ 904.554,00

Gol: Calleri, aos 5, e Gabriel Sara, aos 35 do 2T (São Paulo)

Cartões amarelos: Gustavo (Sport)

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Igor Vinícius, Arboleda, Miranda e Reinaldo; Rodrigo Nestor (Gabriel Neves), Igor Gomes, Gabriel Sara (Bruno Alves) e Vitor Bueno (Benítez); Rigoni (Juan) e Calleri (Marquinhos).Técnico: Rogério Ceni.

SPORT: Mailson; Ewerthon, Thyere, Sabino e Sander; Marcão, José Welison e Hernanes (Paulinho Moccelin); Everton Felipe, Gustavo (Luciano Juba) e Mikael.Técnico: Gustavo Florentín.