Futebol

Rivaldo analisa Seleção e fala sobre chance de Raphael Veiga no elenco

Gazeta
Gazeta Esportiva

12 de novembro de 2021 - 13:33 - Atualizado em 12 de novembro de 2021 - 14:45

A Seleção Brasileira assegurou sua classificação para a Copa do Mundo de 2022 no Catar depois da vitória nesta quinta-feira sobre a Colômbia, por 1 a 0, na Neo Química Arena. O craque Rivaldo analisou dois destaques dessas seleções e imaginou como seria se atuassem do mesmo lado.

Em entrevista à Betfair.net, Rivaldo falou também sobre o futebol brasileiro, analisando o meia Raphael Veiga, do Palmeiras e comentando sobre as campanhas do Vasco e Botafogo na série B.

“Na semana passada me pediram para formar uma escalação inicial com jogadores brasileiros e colombianos e acabei colocando Neymar e Luis Díaz como atacantes, e me parece que eles poderiam funcionar muito bem no mesmo time, pois sua velocidade, drible e qualidade de passe podem combinar perfeitamente”, disse.

“Mas será que jogadores como Luis Díaz ou Duván Zapata tornariam um time brasileiro ainda mais forte? Bem, a seleção brasileira está recheada de grandes talentos e com certeza não precisaria propriamente de reforços nesses setores, porém, não há como negar a qualidade desses dois jogadores que até poderiam acrescentar qualidade em alguns momentos numa seleção teoricamente superior”, ponderou Rivaldo. 

Grande ídolo dos palmeirenses, o ex-atleta falou sobre a boa fase que atravessa Veiga. “O meia do Palmeiras reencontrou sua melhor forma nas últimas semanas sendo decisivo em vários triunfos do Verdão, recolhendo muitos elogios e até alguns comentários justificando que deveria merecer uma convocação à seleção brasileira brevemente”, disse.

Ele está mostrando ser um grande jogador e com certeza mereceria uma chance na equipe brasileira, no entanto, Tite tem um grupo formado no qual é muito difícil entrar quando estamos nos aproximando de uma Copa do Mundo. A oportunidade poderá aparecer no futuro, sim, mas provavelmente beneficiando de algumas ausências de jogadores que atuam na sua posição por razões de calendário ou por estarem machucados”, completou.

O ex-jogador comentou sobre a decepcionante campanha do Vasco na Série B. “No começo da temporada, muitos diziam que o Vasco da Gama tinha elenco suficiente e era o maior favorito para retornar à elite do futebol brasileiro e eu também pensava igual, porém, a equipe acabou decepcionando em sua campanha e tudo indica que acabará falhando nesse objetivo”, ressaltou.

Philippe Coutinho pode ganhar motivação com a chegada de Xavi

“A chegada de um novo técnico sempre abre uma oportunidade para os jogadores menos utilizados se mostrarem nos treinamentos buscando convencer o novo treinador, então, eu penso que a chegada do Xavi pode ser benéfica para o Coutinho que parecia um pouco cabisbaixo nas últimas semanas.”

“Além disso, ele também foi convocado para a seleção brasileira e deverá ter a chance de jogar algum tempo nesses dois jogos contra a Colômbia e Argentina, algo que também pode lhe devolver alguma confiança para brigar por se firmar definitivamente no time do Barcelona. O Xavi conhece bem as qualidades do Coutinho e certamente estará buscando recuperar o jogador, pois ele poderá dar muito ao clube caso consiga reencontrar seu melhor futebol dos tempos do Liverpool e Bayern”, comentou Rivaldo.

Jovens técnicos necessitam de oportunidades para mostrar seu valor

“Recentemente, estamos vendo vários meias históricos do futebol mundial como Steven Gerrard, Patrick Vieira ou Xavi se destacando enquanto técnicos e tudo isso só é possível quando os clubes dão oportunidades para eles mostrarem o seu trabalho. Enquanto ex-jogadores, eles falam a mesma língua dos jogadores e com certeza terão muito respeito de seus comandados pois se retiraram há pouco tempo e foram ídolos de muitos”, disse Rivaldo.